Que data de cálculo

EQUIPO 1 Excel aplica la siguiente alineación predeterminada: Texto: Izquierda Número: Derecha Valor Lógico: Centro Fórmula: Depende del tipo de dato del resultado. Texto: Para introducir texto como una constante, selecciona una celda y escribe el texto. El texto puede contener abs não é para calcular data, ele é para tornar um valor absoluto, por exemplo um resultado de uma conta que gera valor negativo é convertido para positivo, a diferença entre usar o date+strtotime+abs e o DateTime::diff é simplesmente facilitar, basicamente você escolhe o que preferir, mas só deve ter que entender que a classe DateTime foi criada para facilitar trabalhar com datas ... MANUAL DE Curvas Havendo informantes que atendam a regra dos vértices, calcula-se a mediana dos valores de cupom informados ( A ) para todos os vértices 𝑖 em que houve informação na data de cálculo . Tener que luchar entre hojas de cálculo para encontrar la data relevante no es ninguna utilización eficiente de recursos, y esto tiene un gran impacto en tus resultados. Resumiendo. La hoja de cálculo no desaparecerá en el futuro cercano pero es importante que entendamos sus bondades y sus limitaciones. Se você sabe quando engravidou, sua calculadora de gravidez calcula sua data prevista para o parto adicionando 38 semanas na data de concepção. Esse método de cálculo pode ser mais preciso que o método de calcular a data através do último período menstrual, se você tem um ciclo irregular ou consistentemente um período longo ou mais ... Calculadora de datas - Calcular dias, meses, semanas, horas, minutos. A Calculadora de Datas é muito útil para você que precisa calcular a diferença entre dois períodos de datas. O contador calcula rapidamente anos, meses, dias corridos, dias úteis de segunda à sexta, dias úteis de segunda à sábado, semanas, horas, minutos e segundos. Calculadora de datas. Encontre a diferença, em dias, entre duas datas ou acrescente a/subtraia dias de uma data. Calculadora de Datas Este serviço permite realizar operações de adição ou subtração a partir de uma data. A data final deve ser maior que a data inicial. Cabeceras de filas y columnas: Muestran la posición de cada fila y columna. Una celda en la dirección de la flecha Ctrl-cursores: Banker excel hoja de calculo que data las 4 esquinas de la hoja o del bloque actual Celda A1: Ir hasta el comienzo de una fila. Ordenar alfabéticamente hojas de cálculo Cálculo de Diferença Entre Datas Calcule facilmente a diferença entre 2 datas, sendo informado os dias corridos, dias de semana e, em breve, dias úteis. Data1 . Data2 . Calcular Sobre; Este cálculo visa fornecer uma forma fácil para o cálculo de diferença entre duas datas. Inicialmente o mesmo calcula a diferença em dias corridos e ...

Estudo Caseiro e Amador - Buy & Hold com 10 ações BR de 2010 a 2019, aportes mensais na que está mais pra trás

2020.09.08 22:42 RodBraga Estudo Caseiro e Amador - Buy & Hold com 10 ações BR de 2010 a 2019, aportes mensais na que está mais pra trás

Estudo Caseiro e Amador - Buy & Hold com 10 ações BR de 2010 a 2019, aportes mensais na que está mais pra trás
Boa tarde, galera!
Sou iniciante na área dos investimentos e adepto à ideia de Buy and Hold.
Tirei umas horas no fim de semana pra colher uns dados e fazer uma simulação que, mesmo crendo que já tenha sido feita por outros, não encontrei, e, de qualquer forma, quis fazer pelo aprendizado.
A metodologia deve ter várias falhas, críticas construtivas são muito bem vindas :)

Premissas
  • A simulação se passa no intervalo entre 01/01/2010 e 31/12/2019. Quis limitar os dados até antes da pandemia pra não complicar demais.
  • Os dados foram colhidos quase integralmente do Yahoo Finance (com uma excessão, LREN3, do Investing.com)
  • Usou-se os valores de fechamento ajustado, já calculado pelas bases de dados
  • Os aportes têm frequencia mensal, sempre comprando no primeiro dia útil de cada mês
  • O valor do aporte é R$ 1.000 da data final, corrigido mensalmente pelo IPCA para trás
  • As empresas escolhidas são 10 das 11 "melhores" do ranking fundamentalista do Fundamentei.com (sem afiliação nenhuma, só curto o trabalho do Eduardo), segundo o ranking atual (Excluí Itaúsa por já ter ITUB):
  • Ferramenta: Google Sheets
WEGE3, ITUB3, EGIE3, LREN3, PSSA3, BBDC3, ABEV3, FLRY3, RADL3, B3SA3

Resultados
  • Aporte mensal (Base Dez/2019) R$ 1.000,00
  • Meses 120
  • Valor Aportado R$ 120.000,00

  • Valor Final R$ 310.129,32
  • Rendimento R$ 188.929,32
  • Rent Período 155,88%
  • Rent média anual 9,85%
  • Rent média mensal 0,79%

Valores acumulados
Não foi medida a variancia, mas aparentemente a carteira como um todo oscila bem menos do que cada ativo individualmente. Isso seria um efeito esperado da diversificação, eu imagino.

Achei interessante a análise do número de aportes por ativo, e o retorno de cada um deles (em relação ao valor aportado no mesmo).
Número de aportes e retorno por ativo
Muito interessante é o efeito da tenbagger na carteira. A RADL3 foi a empresa que teve menos aportes e maior rendimento.
Não sei explicar exatamente o que aconteceu com a Ambev aí :)
A cotação dela deu uma retrocedida no caminho, assim ela ficou mais pra trás na carteira e o sistema indicou aportar pra compensar. Parece que foi um aporte não muito eficiente, mas, pensando no longo prazo, como a empresa "mantém seus fundamentos", e a cotação tende a acompanhar o lucro, é possível que haja valorização futura e um bom ganho em cima disso.

Conclusões e Ressalvas
  • O yahoo finance não é totalmente confiável pra históricos da Bovespa. Eu habia lido sobre isso e notei na prática que ele tem um erro grotesco durante três meses em 2015 no qual ele ignora um split de 5:1. Dessa forma, pra LREN3, usei os dados do investing.com
  • Isso é um backtest e não implica em NADA pro futuro
  • As empresas escolhidas estão enviesadas, já que são empresas vistas como boas hoje. O ideal seria pegar empresas "boas" à época inicial
  • A B3SA foi incluída no meio do caminho em 2011, conforme os dados da série histórica do yahoo
  • A diversificação e o aporte no mais pra trás aproveita o tenbagger (ameniza seus ganhos, obviamente) ao mesmo tempo que reduz o risco

Questionamentos:
  1. Nos testes, usei a cotação ajustada. Com isso, ignorei dividendos e JCP. Isso está correto? A cotação ajustada simularia que os dividendos já foram aplicados na própria empresa?
  2. Onde posso pegar os dados de CDI e da ibovespa de rendimento no período pra comparar com essa carteira fundamentalista? O cálculo seria simplesmente pegar 120k (Valor presente dos aportes) e multiplicar pelo rendimento acumulado dessas aplicações, correto?

Valeu, galera! Espero ter contribuído.
Segue o link da planilha (acho que basta fazer uma cópia pra editar se alguém quiser):
LINK PARA PLANILHA NO GOOGLE DOCS
submitted by RodBraga to investimentos [link] [comments]


2020.09.05 02:17 fofinho20103 Qual o cálculo correto das férias?

Não sei se vocês estão acompanhando agora (por conta da pandemia) a possibilidade de suspender os contratos e reduzir a carga horária dos funcionários (antiga MP 936, agora lei 14.020).
Suponhamos que eu tenha um funcionário que vai ficar com sua carga horária reduzida em 50% (trabalhava 220; agora 110h. Seu salário era 3.000. Agora 1.500) dia 01/09 por 30 dias.
Nós vamos dar férias pra ele dia 10/09.
Nós fazemos o cálculo de férias sob qual salário? O com redução ou o sem redução?
O artigo 142 CLT nos da o parecer de que o cálculo deve ser feito NA DATA DA CONCESSÃO (logo, seria sob salário atual reduzido).
Consultamos alguns advogados e muitos divergem da informação. Como deve ser feito o cálculo?
submitted by fofinho20103 to ConselhosLegais [link] [comments]


2020.09.01 19:22 vampeta_de_gelo [DÚVIDA] - Pessoal, tenho um app quase pronto (90%) de cunho educacional usando gameficação. Como faço para arrumar investimento pro projeto?

Olá pessoal do sub, não sou daqui então desculpe se estou "fora do formato" de post

Vamos lá, sou programador e tenho/tinha uma outsource de desenvolvimento web/app para o público europeu (Alemanha/Italia). Porém, com a questão do covid-19 meu negócio ficou parado e já sinalizava lá em fevereiro quando meus clientes da Lombardia (possuo VAT Number para emitir notas na UE) pararam com as demandas, que tempos de vacas magras viriam...

Sentei com meu sócio e bolamos um plano de negócios novo, que consistia em criar um app para escolas, alunos, professores e pais em função do isolamento e da necessidade do aprendizado remoto, sua rotina e complexidades técnicas.
Chegamos nesse formato depois de inúmeros brainstorms que iam de totem de medição de temperatura inteligente até gateways de pagamento integrado de serviço nichado (clube de vantagens).
Hoje temos um web/app/sistema que:

  1. Tem um acervo de livros e cartilhas de domínio público do ensino fundamental, além de, disponibilizar essa ferramenta de upload/edição de conteúdo;
  2. Com acesso a esse acervo um professor pode montar uma aula que consiste em selecionar trechos/atividades dessa biblioteca e colocar um título e uma data.
  3. Com uma aula montada, o aluno então pode consumi-la através de um game que segue uma estética RPG, ou, via o próprio sistema web/app, fora do game;

Esse é o roadmap básico do produto, temos funcionando vídeo chamada num formatinho parecido com o Discord, um web/app para os país/responsáveis está em construção, a escola (caso contrate) tem um acesso exclusivo com regras segmentadas como: Secretaria, Diretoria, Pedagogia e Administradora de Conteúdo do Acervo, o professor pode modificar o conteúdo do acervo e compartilhar uma aula criada por ele, o acervo tem itens modularizados como: Vídeo, Imagens, Textos, Perguntas, Respostas com inteligência artificial (para cálculos e/ou múltipla alternativas), YouTube e etc... O jogo tem uma gamificação semanal, impedindo super players e dando espaço infinito para criação de history telling, estamos bolando uma área de interatividade administrada pelo corpo docente num formato misturado entre fórum e rede social, mas com uma quebra de paradigma na interface desse último. Temos muitas dashboards, relatórios, sessões, funções ou áreas do sistema que ficaria verboso elencar aqui, além de poder causar confusão no propósito principal que é o professor e o aluno de maneira muito simples acessam infos e compartilham dados.

Vale lembrar que nosso produto já tem site, toda a parte de branding, planilhas de custos e projeções, uma documentação rigorosa do desenvolvimento do projeto usando as mais atuais ferramentas do mercado e uma stack bem moderna.
Enfim, agora estamos numa sinuca simples de entender: precisamos de grana pra continuar hahahahaha por isso estou aqui, vocês conhecem grupos de investidores pra esse tipo de negócio? Meu sócio por ser da parte de marketing, planejamento e estratégia não gosta muito desse cenário onde eu, o nerd, tomo essa frente, mas ou começo a me movimentar ou terei que voltar "a trampar pra alguém"
Muito obrigado desde já!
submitted by vampeta_de_gelo to investimentos [link] [comments]


2020.08.28 21:59 TURIMADMIN PLANILHA CONTROLE DE EMPRÉSTIMOS, CÁLCULO DE JUROS, COM BAIXA PARCIAL DO...

PLANILHA CONTROLE DE EMPRÉSTIMOS, CÁLCULO DE JUROS, COM BAIXA PARCIAL DO CLIENTE R$ 50,00. To no Zap - 66-98408-2491.
Planilha para controlar empréstimos, calcular juros, baixar o que pagou, integral ou parcial, ver data de vencimentos e dar baixa de recebimentos.
Muito fácil de consultar, filtrar e imprimir.
Valor da planilha R$ 50,00.
Contatos: [email protected] - Celular ZAP - 66-98408-2491 (vivo).
Trabalhamos com banco do Brasil, Caixa e Bradesco.
TURIM ADMIN - Controle financeiro em Excel para vários ramos do comércio e também familiar. Temos programas completo que são Fáceis, práticos e Leves.
Veja mais vídeos de planilha no Youtube pesquise: TURIM ADMIN.
https://youtu.be/XdrOt5ojTRo
submitted by TURIMADMIN to u/TURIMADMIN [link] [comments]


2020.08.26 20:33 ElaborBR MP 936, de 01 de abril de 2020 – Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda

A MP 936/20 institui o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e dispõe sobre medidas trabalhistas complementares para enfrentamento do estado de calamidade pública decorrente do COVID-19

Objetivos da MP:
I – preservar o emprego e a renda;

II – garantir a continuidade das atividades laborais e empresariais; e

III – reduzir o impacto social decorrente das consequências do estado de calamidade pública e de emergência de saúde pública.

Medidas do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda:

I – o pagamento de Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda;

II – a redução proporcional de jornada de trabalho e de salários; e

III – a suspensão temporária do contrato de trabalho.

Criação do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda, a ser pago nas seguintes hipóteses:

I – redução proporcional de jornada de trabalho e de salário; e

II – suspensão temporária do contrato de trabalho.

Como será o pagamento?

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda será de prestação mensal e devido a partir da data do início da redução da jornada de trabalho e de salário ou da suspensão temporária do contrato de trabalho, observadas as seguintes disposições:

I – o empregador informará ao Ministério da Economia a redução da jornada de trabalho e de salário ou a suspensão temporária do contrato de trabalho, no prazo de dez dias, contado da data da celebração do acordo;

II – a primeira parcela será paga no prazo de trinta dias, contado da data da celebração do acordo, desde que a celebração do acordo seja informada no prazo a que se refere o inciso I; e

III – o Benefício Emergencial será pago exclusivamente enquanto durar a redução proporcional da jornada de trabalho e de salário ou a suspensão temporária do contrato de trabalho.

E se o Empregador não prestar as informações no prazo de dez dias da celebração do acordo?

I – ficará responsável pelo pagamento da remuneração no valor anterior à redução da jornada de trabalho e de salário ou da suspensão temporária do contrato de trabalho do empregado, inclusive dos respectivos encargos sociais, até a que informação seja prestada;

II – a data de início do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda será fixada na data em que a informação tenha sido efetivamente prestada e o benefício será devido pelo restante do período pactuado; e

III – a primeira parcela, observado o disposto no inciso II, será paga no prazo de trinta dias, contado da data em que a informação tenha sido efetivamente prestada.

O Ministério da Economia disciplinará a forma de transmissão das informações e comunicações pelo empregador, além da concessão e pagamento do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda.

De quanto será o valor?

O valor do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda terá como base de cálculo o valor mensal do seguro-desemprego a que o empregado teria direito, observadas as seguintes disposições:

I – na hipótese de redução de jornada de trabalho e de salário, será calculado aplicando-se sobre a base de cálculo o percentual da redução; e

II – na hipótese de suspensão temporária do contrato de trabalho, terá valor mensal:

a) equivalente a cem por cento do valor do seguro-desemprego a que o empregado teria direito, na hipótese prevista no caput do art. 8º da MP; ou

b) equivalente a setenta por cento do seguro-desemprego a que o empregado teria direito, na hipótese prevista no § 5º do art. 8º da MP.

Nos casos em que o cálculo do benefício emergencial resultar em valores decimais, o valor a ser pago deverá ser arredondado para a unidade inteira imediatamente superior.

Como se dá o cálculo do Seguro Desemprego?

O valor que o trabalhador desligado irá receber dependerá da média salarial dos três meses anteriores à demissão, respeitado o salário mínimo e não podendo ser superior a R$ 1.813,03.

Assim, se o resultado da média salarial para o cálculo do seguro-desemprego for:

Até R$ 1.599,61: multiplica-se o salário médio por 0,8 (80%)
De R$ 1.599,62 a R$ 2.666,29: o que exceder R$ 1.599,61 será multiplicado por 0,5 (50%) e somado a R$ 1.279,69
Acima de R$ 2.666,29: a parcela mensal será de R$ 1.813,03.
Obs: O trabalhador recebe entre 3 e 5 parcelas, dependendo do tempo trabalhado e de quantas vezes já fez o pedido.

Como se dará a redução proporcional de jornada de trabalho e de salário?

As empresas poderão acordar a redução proporcional da jornada de trabalho e de salário de seus empregados, por até noventa dias, observados os seguintes requisitos:

I – preservação do valor do salário-hora de trabalho;

II – pactuação por acordo individual escrito entre empregador e empregado, que será encaminhado ao empregado com antecedência de, no mínimo, dois dias corridos; e

III – redução da jornada de trabalho e de salário, exclusivamente, nos seguintes percentuais:
25%;
50%
75%
Parágrafo único. A jornada de trabalho e o salário pago anteriormente serão restabelecidos no prazo de dois dias corridos, contado:

I – da cessação do estado de calamidade pública;

II – da data estabelecida no acordo individual como termo de encerramento do período e redução pactuado; ou

III – da data de comunicação do empregador que informe ao empregado sobre a sua decisão de antecipar o fim do período de redução pactuado.

E a suspensão temporária do contrato de trabalho ?

As empresas poderão acordar a suspensão temporária do contrato de trabalho de seus empregados, pelo prazo máximo de 60 dias, que poderá ser fracionado em até dois períodos de 30 dias.

A suspensão temporária do contrato de trabalho será pactuada por acordo individual escrito entre empregador e empregado, que será encaminhado ao empregado com antecedência de, no mínimo, dois dias corridos.

Durante o período de suspensão temporária do contrato, o empregado:

fará jus a todos os benefícios concedidos pelo empregador aos seus empregados; e
ficará autorizado a recolher para o Regime Geral de Previdência Social na qualidade de segurado facultativo.
O contrato de trabalho será restabelecido no prazo de dois dias corridos, contado:

I – da cessação do estado de calamidade pública;

II – da data estabelecida no acordo individual como termo de encerramento do período e suspensão pactuado; ou

III – da data de comunicação do empregador que informe ao empregado sobre a sua decisão de antecipar o fim do período de suspensão pactuado.

Se durante o período de suspensão temporária do contrato de trabalho o empregado mantiver as atividades de trabalho, ainda que parcialmente, por meio de teletrabalho, trabalho remoto ou trabalho à distância, ficará descaracterizada a suspensão temporária do contrato de trabalho.

Importante!

A empresa que tiver auferido, no ano-calendário de 2019, receita bruta superior a R$ 4.800.000,00 (quatro milhões e oitocentos mil reais), somente poderá suspender o contrato de trabalho de seus empregados mediante o pagamento de ajuda compensatória mensal no valor de trinta por cento do valor do salário do empregado, durante o período da suspensão temporária de trabalho pactuado.

Disposições comuns às medidas do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda:

O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda poderá ser acumulado com o pagamento, pelo empregador, de ajuda compensatória mensal, em decorrência da redução de jornada de trabalho e de salário ou da suspensão temporária de contrato de trabalho de que trata esta Medida Provisória, sendo que a Ajuda Mensal:

I – deverá ter o valor definido no acordo individual pactuado ou em negociação coletiva;

II – terá natureza indenizatória;

III – não integrará a base de cálculo do imposto sobre a renda retido na fonte ou da declaração de ajuste anual do imposto sobre a renda da pessoa física do empregado;

IV – não integrará a base de cálculo da contribuição previdenciária e dos demais tributos incidentes sobre a folha de salários;

V – não integrará a base de cálculo do valor devido ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS, instituído pela Lei nº 8.036, de 11 de maio de 1990, e pela Lei Complementar nº 150, de 1º de junho de 2015; e

VI – poderá ser excluída do lucro líquido para fins de determinação do imposto sobre a renda da pessoa jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido das pessoas jurídicas tributadas pelo lucro real.

Os empregados terão estabilidade?

Sim, a garantia provisória no emprego ao empregado que receber o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda, em decorrência da redução da jornada de trabalho e de salário ou da suspensão temporária do contrato de trabalho, nos seguintes termos:

durante o período acordado de redução da jornada de trabalho e de salário ou de suspensão temporária do contrato de trabalho; e após o restabelecimento da jornada de trabalho e de salário ou do encerramento da suspensão temporária do contrato de trabalho, por período equivalente ao acordado para a redução ou a suspensão.
Importante: A dispensa sem justa causa que ocorrer durante o período de garantia provisória no emprego previsto no caput sujeitará o empregador ao pagamento, além das parcelas rescisórias previstas na legislação em vigor, de indenização no valor de:

I – 50% do salário a que o empregado teria direito no período de garantia provisória no emprego, na hipótese de redução de jornada de trabalho e de salário igual ou superior a 25% e inferior a 50%

II – 75% por cento do salário a que o empregado teria direito no período de garantia provisória no emprego, na hipótese de redução de jornada de trabalho e de salário igual ou superior a 50% e inferior a 75%; ou

III – 100% do salário a que o empregado teria direito no período de garantia provisória no emprego, nas hipóteses de redução de jornada de trabalho e de salário em percentual superior a 75% ou de suspensão temporária do contrato de trabalho.

Poderão ser aplicados percentuais de redução de jornada e salário distintos aos previstos pela MP 936/20?

Sim, por meio de negociação coletiva. Porém, nesta hipótese o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda de que trata os art. 5º e art. 6º será devido nos seguintes termos:

I – sem percepção do Benefício Emergencial para a redução de jornada e de salário inferior a 25%;

II – 25% por cento sobre a base de cálculo prevista no art. 6º para a redução de jornada e de salário igual ou superior a 25% e inferior a 50%;

III – de 50% sobre a base de cálculo prevista no art. 6º para a redução de jornada e de salário igual ou superior a 50% e inferior a 70%; e

IV – de 75% sobre a base de cálculo prevista no art. 6º para a redução de jornada e de salário superior a 75%.

As convenções ou os acordos coletivos de trabalho celebrados anteriormente poderão ser renegociados para adequação de seus termos, no prazo de dez dias corridos, contado da data de publicação desta Medida Provisória.

No caso de acordos individuais de redução de jornada de trabalho e de salário ou de suspensão temporária do contrato de trabalho, pactuados nos termos desta Medida Provisória, os sindicatos deverão ser comunicados pelas Empresas, no prazo de até dez dias corridos, contado da data de sua celebração.

Trabalhadores elegíveis

As medidas de que trata o art. 3º da MP 936/20 serão implementadas por meio de acordo individual ou de negociação coletiva aos empregados:

com salário igual ou inferior a R$ 3.135,00 (três mil cento e trinta e cinco reais); ou
portadores de diploma de nível superior e que percebam salário mensal igual ou superior a duas vezes o limite máximo dos benefícios do Regime Geral de Previdência Social, ou seja, R$ 12.202,12.
Para os empregados não enquadrados nos itens acima, as medidas previstas no art. 3º somente poderão ser estabelecidas por convenção ou acordo coletivo, ressalvada a redução de jornada de trabalho e de salário de 25%, poderá ser pactuada por acordo individual.

Os aprendizes e os trabalhadores com jornada parcial também estão englobados.

Período da redução salarial e da suspensão temporária

O tempo máximo de redução proporcional de jornada e de salário e de suspensão temporária do contrato de trabalho, ainda que sucessivos, não poderá ser superior a 90 dias.

Trabalhador Intermitente

O empregado com contrato de trabalho intermitente formalizado até a data de publicação da MP 936/20 fará jus ao benefício emergencial mensal no valor de R$ 600,00 (seiscentos reais), pelo período de três meses.

https://elaborbr.com/mp-936-de-01-de-abril-de-2020-programa-emergencial-de-manutencao-do-emprego-e-da-renda/
submitted by ElaborBR to u/ElaborBR [link] [comments]


2020.08.26 20:21 ElaborBR Impactos trabalhistas no enfrentamento do COVID-19

Desde o domingo, dia 22 de março de 2020, em que o Governo Federal assinou a Medida Provisória 927/20, inúmeras dúvidas inundaram a segunda-feira dos escritórios de advocacia, empresas de contabilidade, departamento de Recursos Humanos, Departamento Pessoal, firmas de auditoria e em especial, a dos trabalhadores.

Algumas dúvidas versavam sobre questões legais, mas seguramente a maior parte dos questionamentos era no sentido de: como implantar as medidas trazidas pela MP de maneira mais segura tanto para a empresa como para os colaboradores?

Como meu sistema está ou não preparado? Como eu poderia rodar em grande escala as férias dos colaboradores sem o pagamento do terço constitucional, já que posso pagar até o dia 20/12/20? E lá adiante, o sistema de folha de pagamento conseguirá vincular o pagamento do terço às férias corretamente? E se tiver aumento de salário? Pago o terço constitucional com o salário novo ou com o salário da época da concessão das férias?

Um cliente me ligou hoje pela manhã e perguntou: será que o Protheus já está preparado para calcular as férias de acordo com a MP? Respondi: fique tranquilo… de domingo à noite até hoje, quarta-feira pela manhã … Nem Protheus, nem qualquer outro sistema. Nós dois rimos… de nervoso… rs.

Depois de dois dias de leituras, pesquisas e resposta às consultas de nossos clientes, resolvemos trazer algumas das questões debatidas.

Não temos a pretensão de dirimir todos os aspectos, impactos e desafios que as empresas e trabalhadores enfrentarão pela frente. Mas é um apoio, um suporte a quem terá que ser um instrumento da gestão de mudança sem perder de vista o atendimento ao compliance e empatia com a posição e as vidas dos colaboradores dentro e fora da Empresa.

ENTENDENDO OS IMPACTOS TRABALHISTAS NO ENFRENTAMENTO DO CORONAVIRUS – COVID19 MEDIDA PROVISÓRIA 927/2020

1) Quais são as principais medidas trabalhistas trazidas pela Medida Provisória 927/2020 no enfrentamento do coronavírus (COVID-19) ?

O artigo 3º. da MP estabelece que poderão ser adotadas pelos empregadores, dentre outras, as seguintes medidas:

I – o teletrabalho;

II – a antecipação de férias individuais;

III – a concessão de férias coletivas;

IV – o aproveitamento e a antecipação de feriados;

V – o banco de horas;

VI – a suspensão de exigências administrativas em segurança e saúde no trabalho;

VII – o direcionamento do trabalhador para qualificação profissional (REVOGADO PELA MEDIDA PROVISÓRIA 928/20); e

VIII – o diferimento do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS.

Importante destacar o artigo 2º. da MP 927/20:

“Durante o estado de calamidade pública a que se refere o art. 1º, o empregado e o empregador poderão celebrar acordo individual escrito, a fim de garantir a permanência do vínculo empregatício, que terá preponderância sobre os demais instrumentos normativos, legais e negociais, respeitados os limites estabelecidos na Constituição”

2) Neste sentido, existe a possibilidade de uma discussão jurídica nos tribunais sobre a tal preponderância do acordo individual sobre as leis, decretos, instruções normativas, portarias, etc.?

Em um primeiro momento, entendemos que dependerá muito da forma, do conteúdo e da essência dos acordos que serão firmados com o trabalhador, ainda que o objetivo principal seja nobre, que é o da preservação do emprego. Portanto nossa resposta é que SIM, poderá haver a chamada judicialização de alguma das medidas trazidas pela MP.

Uma forma de minimizar a exposição é obter o maior número de elementos e subsídios que auxiliem na tomada de decisão. O envolvimento do consultor trabalhista e principalmente do vosso assessor jurídico são fundamentais neste processo.

TELETRABALHO (HOME OFFICE OU TRABALHO REMOTO)

3) Como devemos gerir o regime de home office?

O assunto teletrabalho é bem amplo, mas vamos focar nas questões da MP:

O regime de trabalho presencial poderá ser alterado para o de teletrabalho independentemente de acordos individuais ou coletivos, e deverá ser será notificado ao empregado com antecedência de, no mínimo, 48 horas, por escrito ou por meio eletrônico.
As disposições relativas à responsabilidade pela aquisição, pela manutenção ou pelo fornecimento dos equipamentos tecnológicos e da infraestrutura necessária e adequada à prestação do teletrabalho e ao reembolso de despesas arcadas pelo empregado serão previstas em contrato escrito, firmado previamente ou no prazo de trinta dias, contado da data da mudança do regime de trabalho.
Os estagiários e aprendizes não ficaram de fora e também estão contemplados neste regime.
4) Podemos suspender a concessão do Vale Transporte e do Vale Refeição aos empregados que estão em home office?

O vale transporte poderá ser suprimido, tendo em vista que a finalidade do transporte (residência x trabalho x residência) não ser aplicável ao trabalhador que está no regime do teletrabalho.
O vale refeição deve ser mantido, pois o trabalhador está trabalhando e mesmo que remotamente, ele precisa se alimentar. Deverá ainda ser observado os intervalos para descanso e alimentação. Ao indagar se devemos continuar fornecendo o vale refeição, muitos empregadores demonstram ter uma ideia distorcida do próprio home office.
5) As empresas que forneciam aos empregados a alimentação na modalidade de restaurante próprio ou convênio, precisam fornecer o benefício ao trabalhador colocado no regime de teletrabalho?

Nada muda, o empregado continua tendo que se alimentar, por isso é necessário que a empresa conceda a alimentação, devendo avaliar internamente a modalidade e procedimento que será adotado.

6) E em relação a parte de Saúde e Segurança do Trabalho?

Como o momento é extremamente delicado, as empresas provavelmente não tiveram o tempo necessário para tomar todas as medidas necessárias, em especial ao mobiliário: mesa, cadeira, fones (se necessários), por exemplo.

Sabemos que existem empregados trabalhando sentados na cama, onde toda a questão ergonômica fica prejudicada. A longo prazo esta posição incorreta poderá se tornar uma doença profissional. Por isso é importante que o empregador olhe com cuidado para estes aspectos.

7) As empresas são responsáveis pelo fornecimento da infraestrutura e equipamentos necessários ao desempenho das tarefas em home office?

Sim. Inclusive deverá constar no contrato escrito como se dará o fornecimento destes equipamentos e materiais, em especial ao reembolso das despesas com a utilização da internet, por exemplo.

Para fins de benchmarking, alguns dos nossos clientes adotaram o modelo de reembolso mensal das despesas, cujo valor tem flutuado entre R$ 50,00 a R$70,00.

8) O reembolso de despesas deverá constar em folha de pagamento?

Sim, conforme prevê o artigo 225 do Decreto 3.048/99, a empresa é também obrigada a:

I – preparar folha de pagamento da remuneração paga, devida ou creditada a todos os segurados a seu serviço, devendo manter, em cada estabelecimento, uma via da respectiva folha e recibos de pagamentos;

9º A folha de pagamento de que trata o inciso I do caput, elaborada mensalmente, de forma coletiva por estabelecimento da empresa, por obra de construção civil e por tomador de serviços, com a correspondente totalização, deverá:

IV – destacar as parcelas integrantes e não integrantes da remuneração e os descontos legais

Embora algumas empresas utilizem o modelo de relatório de reembolso de despesas (RD), conservadoramente nossa posição é a de que todo pagamento realizado ao colaborador deve transitar em folha de pagamento, o que não significa dizer que deverá ter todas as incidências (INSS, FGTS e IRRF). Importante as empresas se atentarem às previsões existentes no Decreto 3.048/99 e no Decreto 9.580/18.

9) Devo controlar o horário de trabalho ou adotar o cartão de ponto aos empregados colocados em regime de teletrabalho?

De acordo com a Lei 13.467/17, conhecida como lei da reforma trabalhista e que alterou a CLT em diversos pontos, os empregados em regime de teletrabalho não estão abrangidos pelo instituto do controle de jornada nem de horário. Então a resposta é não, não há a necessidade de controle de horário, embora algumas empresas estejam aplicando sim o controle, seja pela marcação via mobile ou via time sheet.

Neste momento, o maior desafio dos gestores é medir a produtividade de cada colaborador. Sabemos que nem todos têm o perfil para trabalhar em casa, mas não podemos esquecer que as crianças também estão fazendo “home office”!

Por isso é extremamente relevante que as empresas comuniquem aos seus trabalhadores como se dará o trabalho em home-office, as condutas, posturas, comunicação com clientes, pares e gestores, etc.

Sem dúvida quando tudo isso passar as empresas olharão o trabalho em home office de uma forma muito diferente. Uma nova forma de trabalho está nascendo.

FÉRIAS

As férias poderão ser concedidas por vontade do empregador, devendo o trabalhador ser comunicado com antecedência mínima de 48 horas, por escrito ou meio eletrônico.
Não poderão ser inferior a 5 dias.
Poderá ser antecipado períodos aquisitivos futuros, mediante acordo individual escrito.
Os colaboradores pertencentes ao grupo de risco devem ser priorizados na concessão ou antecipação das férias,
A concessão do abono pecuniário (venda de 1/3 das férias) ficará sujeita a concordância do empregador.
O empregador poderá pagar o 1/3 constitucional até a data de pagamento da gratificação natalina, também conhecido como 13º. Salário, ou seja, até 20/12/20.
O pagamento da remuneração das férias poderá ser realizado até o 5º. dia útil do mês subsequente ao início do gozo das férias.
Em caso de férias coletivas, não será necessário realizar a comunicação prévia ao Ministério da Economia e aos Sindicatos representativos.
Porém há a necessidade de comunicar aos empregados contemplados pelas férias coletivas com antecedência de, no mínimo, 48 horas.
Os RH´s devem se antecipar e verificar junto aos seus respectivos fornecedores de folha de pagamento as questões relacionadas ao cálculo e geração das férias nos moldes trazidos pela MP.

FERIADOS

As empresas poderão antecipar o gozo de feriados não religiosos federais, estaduais, distritais e municipais e deverão notificar, por escrito ou por meio eletrônico com antecedência de, no mínimo, 48 horas mediante indicação expressa dos feriados aproveitados.
Os feriados também poderão ser utilizados para compensação do saldo em banco de horas.
No caso dos feriados religiosos, este deverá ter concordância dos colaboradores mediante acordo individual e por escrito.
Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

BANCO DE HORAS

Ficam autorizadas a interrupção das atividades pelo empregador e a constituição de regime especial de compensação de jornada, por meio de banco de horas, em favor do empregador ou do empregado, estabelecido por meio de acordo coletivo ou individual formal, para a compensação no prazo de até 18 meses, contado da data de encerramento do estado de calamidade pública.
A compensação de tempo para recuperação do período interrompido poderá ser feita mediante prorrogação de jornada em até duas horas, que não poderá exceder 10 horas diárias.

SUSPENSÃO DE EXIGÊNCIAS ADMINISTRATIVAS EM SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO

Suspensão da obrigatoriedade da realização dos exames médicos ocupacionais, clínicos e complementares, exceção feita aos exames demissionais.
O exame demissional poderá ser dispensado caso o exame médico ocupacional mais recente tenha sido realizado há menos de cento e oitenta dias.
Os demais exames (admissionais, mudança de função, retorno de afastamento e periódicos) deverão ser realizados no prazo de 60 dias após o contado da data de encerramento do estado de calamidade pública.
Na hipótese de o médico coordenador do PCMSO considerar que a prorrogação representa risco para a saúde do empregado, o médico indicará ao empregador a necessidade de sua realização.
Ficam suspensos também os treinamentos previstos nas Normas Regulamentadoras (como o treinamento da CIPA por exemplo) e deverão ser realizados no prazo de 90 dias após o contado da data de encerramento do estado de calamidade pública.
Os treinamentos poderão ser realizados na modalidade de ensino a distância e caberá ao empregador observar os conteúdos práticos, de modo a garantir que as atividades sejam executadas com segurança.
Entendemos que alguns treinamentos nos parece de difícil aplicação pois como seria possível observar os conteúdos práticos de um treinamento para trabalho em altura ou espaço confinado ?

Os processos eleitorais da CIPA ficam suspensos até o encerramento do estado de calamidade pública, assim como os processos eleitorais em curso.

POSTERGAÇÃO DO DEPÓSITO DO FGTS

Fica suspensa a exigibilidade do recolhimento do FGTS pelos empregadores, referente às competências de março, abril e maio de 2020.
O recolhimento das competências de março, abril e maio de 2020 poderá ser realizado de forma parcelada, sem a incidência da atualização, da multa e dos encargos.
O pagamento das obrigações referentes às competências mencionadas será quitado em até seis parcelas mensais, com vencimento no sétimo dia de cada mês, a partir de julho de 2020.
Em caso de rescisão do contrato de trabalho, as Empresas deverão depositar os valores correspondentes ao empregado desligado e a eventual multa de 40% do FGTS, sem incidência da multa e dos encargos devidos.
Os prazos dos certificados de regularidade emitidos anteriormente à data de entrada em vigor desta Medida Provisória serão prorrogados por noventa dias.

OUTRAS DISPOSIÇÕES

Fica permitido aos estabelecimentos de saúde, mediante acordo individual escrito, mesmo para as atividades insalubres e para a jornada de doze horas de trabalho por trinta e seis horas de descanso:
prorrogar a jornada de trabalho;
adotar escalas de horas suplementares entre a décima terceira e a vigésima quarta hora do intervalo interjornada, sem que haja penalidade administrativa, garantido o repouso semanal remunerado.
As horas suplementares computadas em decorrência da adoção das medidas previstas acima poderão ser compensadas, no prazo de dezoito meses.
Os casos de contaminação pelo coronavírus (COVID-19) não serão considerados ocupacionais, exceto mediante comprovação do nexo causal.
Os acordos e as convenções coletivos vencidos ou vincendos, no prazo de cento e oitenta dias, contado da data de entrada em vigor da MP, poderão ser prorrogados, a critério do empregador, pelo prazo de noventa dias, após o termo final deste prazo.
Durante o período de cento e oitenta dias, contado da data de entrada em vigor da Medida Provisória, os Auditores Fiscais do Trabalho do Ministério da Economia atuarão de maneira orientadora, exceto quanto às seguintes irregularidades:
I – falta de registro de empregado, a partir de denúncias;

II – situações de grave e iminente risco, somente para as irregularidades imediatamente relacionadas à configuração da situação;

III – ocorrência de acidente de trabalho fatal apurado por meio de procedimento fiscal de análise de acidente, somente para as irregularidades imediatamente relacionadas às causas do acidente; e

IV – trabalho em condições análogas às de escravo ou trabalho infantil.

https://elaborbr.com/impactos-trabalhistas-no-enfrentamento-do-covid-19/
submitted by ElaborBR to u/ElaborBR [link] [comments]


2020.08.11 02:43 meucat Editorial do Jornal Nacional pelos 100 mil mortos desata tormenta em youtubers e influencers bolsonaristas

A tentativa da globo de botar toda a culpa das mortes no Bolsonaro não colou bem para estes youtubers. Eles mostram informações que a globo calou e desmentem outras que a globo afirmou.
Rodrigo Constantino
https://www.youtube.com/watch?v=ehQ4qIC_tkc
Bruno Jonssen
https://www.youtube.com/watch?v=vs7vc9DLfPQ
Silas Malafaia
https://www.youtube.com/watch?v=vVNYquUjmMc
Giro de Noticias
https://www.youtube.com/watch?v=WsJKuW9_rxI
Papo Conservador - Gustavo Gayer
https://www.youtube.com/watch?v=8A5mbHQ1jJw
Jacare de Tanga
https://www.youtube.com/watch?v=JhCo2rO7gIU
Paula Marisa
https://www.youtube.com/watch?v=OiaMNCw6J5I
Questione-se
https://www.youtube.com/watch?v=gtzS5pI_igA

Eu fiz um post um pouco antes de chegar a data fatídica, avisando que a globo estava preparando um verdadeiro carnaval pelos 100 mil mortos (Bolsonaro disse no twitter que fizeram uma copa do mundo).
Neste post tento mostrar que a quantidade de mortos jamais pode ser esta quantidade de 100 mil. Pelos cálculos que fiz sobre os dados do DATASUS e do Registro Civil, acredito que o número de vitimas reais seja em torno de 15 mil, enquanto outros 85 mil morreram por outras causas, mesmo que tenham sido contaminados pelo coronavírus. A explicação do resultado está nos comentários.
https://www.reddit.com/brasilivre/comments/i5w2lx/a_rede_globo_se_prepara_para_fazer_um_grande/
submitted by meucat to brasilivre [link] [comments]


2020.08.09 21:43 1berto86 Testando outro paradoxo: se há apenas 23 redditors em um mesmo post, existe uma grande chance de que pelo menos dois deles tenham a mesma data de aniversário.

*** CONCLUÍDO - PARADOXO ALCANÇADO ***
*** OBRIGADO A TODOS QUE PARTICIPARAM 👏🏼 ***
Passei a manhã testando um paradoxo até descobrir pelos próprios redditors que na real tratava-se apenas de um puzzle, não um paradoxo. Agora gostaria de testar outro:
O Paradoxo de Aniversário advém de uma análise de probabilidade. Se 2 pessoas estão em um quarto juntas, há uma probabilidade de 364/365 de que elas não façam aniversário na mesma data (devemos ignorar anos bissextos), levando em conta de que há 364 dias diferentes da data de nascimento da primeira pessoa para o da segunda pessoa.
Se o número de pessoas no quarto cresce para 3, a probabilidade de que todas elas fazem aniversário em datas diferentes é de 364/365 x 363/365. Continuando com essa fórmula, quando chegamos a 23 pessoas, a probabilidade de que todas elas façam anos em datas diferentes cai para 50%, então a probabilidade de que pelo menos duas delas compartilhem o mesmo dia de aniversário é a maior de todas.
Nesse sentido, peço a gentileza compartilhe sua data de aniversário. Farei isso e contarei até que tenhamos duas iguais.
Observação: não poste apenas se encontrar sua data já postada. Se você não tinha intenção de postar, continue não o fazendo mesmo se coincidentemente já encontrar seu aniversário.
Edit: os comentários são notificados mas demoram vários minutos para aparecer no post. Não sei o motivo.
Edit2: atingimos os 23 e nada. Para 57 ou mais pessoas, a probabilidade é maior do que 99%, então vamos ver. Se acontecer ainda sim é interessante, uma vez que são 365 possibilidades!
Edit3: com 28 redditors aleatórios, atingimos o paradoxo de 2 datas de aniversários iguais! Puro cálculo de probabilidade, mas um experimento social muito gratificante.
submitted by 1berto86 to brasil [link] [comments]


2020.07.23 10:36 diplohora Bruno Rezende : meus estudos para o CACD Parte III – A PREPARAÇÃO INTRODUÇÃO pt 10 a 3ra fase do CACD

Em primeiro lugar, lembro uma coisa muito simples: terceira fase não é segunda fase. Você não precisa se preocupar com propriedade vocabular, vírgulas antes de orações subordinadas reduzidas de infinitivo e coisas do tipo. É óbvio que não vale escrever completamente errado também, mas o que eu quero dizer é que a banca da terceira fase nem sabe das exigências da segunda fase direito, então não precisa se preocupar tanto com aspectos formais da escrita. Obviamente, a necessidade de ter uma tese central e alguns argumentos que a comprovem de maneira coerente permanece, mas isso não é novidade para ninguém. A importância do aspecto formal da terceira fase não está nas palavras e nos termos de uma oração, mas na sequência lógica de argumentos.
Algo bastante importante nas provas de terceira fase é destacar um argumento central, uma tese que responda à questão e que lhe permita apresentar exemplos/construções teóricas e desenvolver argumentos que a comprovem. Nessa situaç~o, vale a velha “fórmula” de dissertaç~o: introdução (com a tese central), argumentação (com uma ideia central por parágrafo, com argumentos que comprovem sua tese central) e conclusão (com retomada da tese e com articulação dos argumentos apresentados). Não há um número ideal de parágrafos, vale o bom senso (evitar parágrafos com apenas uma frase ou excessivamente grandes, mas não é necessário que tenham quase o mesmo tamanho, por exemplo, como ocorre na segunda fase).
Evite juízos de valor muito expressivos. Obviamente, tudo o que você escreve contém um pouco de subjetividade, mas evite adjetivações excessivas e algumas construções, como “é importante ressaltar que…”, “vale lembrar que...” ou “fato que merece destaque é…”.
Evite listagens longas e/ou imprecisas. Por exemplo: se você não se lembra de todos os países que fazem parte de determinado grupo, ou se eles são muitos, evite citações de todos os países (na verdade, não sei por qual motivo alguém iria querer citar os membros de um grupo assim, mas vai que precisa de algumas linhas de “enrolaç~o”, não é?). Ex.: “A UNASUL é composta por Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela”.
Preferir: “A UNASUL é composta pelos doze países latino-americanos (à exceção da Guiana Francesa)” ou “A UNASUL é composta pelo agrupamento dos membros do MERCOSUL e da CAN, acrescidos do Chile, do Suriname e da Guiana”. Quanto a imprecisões, evitar, por exemplo: “A UNASUL é composta por Brasil, Argentina, Venezuela, entre outros”. Se você n~o se lembra de todos ou se o número de países é relativamente grande para citar todos, opte ou pelas alternativas anteriormente apresentadas ou, pelo menos, por algo como “Na UNASUL, destacam-se o Brasil – por sua dimensão territorial, por sua população e por seu peso político-econômico –, a Argentina – importante mercado emergente, com forte setor agrícola voltado à exportação e com indústria diversificada – e a Venezuela – detentora de recursos naturais estratégicos e grande exportadora de petróleo”.
Evite, também, citações e menções excessivas. Elas não devem constituir a base de sua resposta. Excesso de citação de eventos pode ser um problema. Obviamente, citar datas, conceitos e períodos é fundamental, mas o problema começa quando essas referências ocupam frases inteiras, sem argumentação e sem sequência lógica de relações. Veja os Guias de Estudos antigos, para ter uma noção do tipo de resposta preferido pela banca. O importante é não exagerar, para o texto não ficar carregado de informações que, ainda que úteis, não sustentam a tese que responde à questão de maneira consistente. Para conceitos menos conhecidos, convém citar a fonte (de todo modo, ainda que certos conceitos, como “Estado normal”, sejam consagrados na literatura sobre política externa brasileira, dizer que “o país entrou, assim, no período que Amado Cervo define como ‘Estado normal’” me parece boa estratégia – até porque o próprio Amado Cervo já foi da banca corretora vez ou outra; o José Flávio Sombra Saraiva é outro que tenho certeza de que irá adorar ver seu nome mencionado em uma resposta).
Algo bastante útil é evitar criar (e cair em) armadilhas. Se você sabe, por exemplo, que o Pacto Andino foi firmado em 1969, mas não tem certeza se a organização aí criada já se chamava Comunidade Andina de Nações, por exemplo, opte por uma formulação de resposta que evite comprometer-se quanto a isso. Uma sugest~o seria, por exemplo: “Firmado em 1969, o Pacto Andino consubstanciou importante passo para a criaç~o da Comunidade Andina de Nações (CAN)”. Desse modo, você evita incorrer no erro de atribuir ao Pacto a responsabilidade pela criação da CAN, sem deixar de destacar sua importância para que isso ocorresse posteriormente. Evite, também, conceitos “politicamente incorretos” ou em desuso, como “governo neoliberal” (preferir “governo associado aos princípios do Consenso de Washington”, por exemplo), “país subdesenvolvido” (preferir “país de menor desenvolvimento relativo”, por exemplo) etc.
Para boa parte dos argumentos a ser empregados na terceira fase, a leitura atenta e o fichamento das melhores respostas dos Guias de Estudos anteriores podem ajudar bastante. Eu tive um professor de cursinho, o Ricardo Macau, que gostava de dizer que o intuito de fichar os Guias de Estudos era, simplesmente, roubar argumentos. Ninguém precisa inventar novos argumentos, para tentar “chocar” a banca. Se a banca publica um Guia de Estudos anualmente, dizia ele, é para mostrar a todos os candidatos o que ela queria ler como resposta naquela questão e o que ela quer ler nas respostas dos concursos dos anos seguintes. Dessa maneira, não há nenhum constrangimento em fichar os principais argumentos das provas dos anos anteriores e em usá-los nas questões pertinentes da terceira fase. Alguns desses argumentos foram muito úteis para mim, especialmente nas provas de História do Brasil, de Política Internacional e de Direito.
Uma coisa que pouca gente fala é que os Guias de Estudos nem sempre são cópias fidedignas das respostas dos candidatos. A organização do concurso entra em contato com os autores das respostas selecionadas e solicita que os próprios autores digitem suas respostas. Os candidatos podem fazer eventuais alterações pontuais de algumas imprecisões, mas alguns poucos acabam exagerando. Para quem está se preparando para o concurso, não poderia haver nada pior, já que não podemos ter uma noção exata de qual tipo de resposta foi avaliado como suficiente pelos examinadores (por saber que era possível alterar, eu sempre ficava em dúvida: será que ele/ela ganhou essa nota escrevendo tudo isso mesmo?). J vi gente dizendo que “quem consegue fazer as melhores respostas deu sorte, porque fez mestrado ou doutorado no assunto, pelo menos”, e isso é completa mentira. O que ocorre é que essas pessoas souberam conjugar estudo eficiente e capacidade de desenvolvimento analítico diferenciada que sejam convertidos em uma argumentação clara e consistente. Para isso, não tem mestrado ou doutorado que adiante. Em algumas questões, você sente ser capaz de escrever o dobro ou ainda mais sobre aquele assunto (principalmente, nas questões de 60 linhas), mas o que mais conta, no fim das contas, é a forma, o modo como você organiza suas ideias, os argumentos de que você faz uso etc.
Na prova de História do Brasil, alguns temas são mais ou menos recorrentes. Definição das fronteiras nacionais, política externa do Império, política externa dos governos Quadros-Goulart (Política Externa Independente), política externa dos governos militares (especialmente, Geisel), relações do Brasil com a América do Sul (destaque para as relações Brasil-Argentina desde o século XIX), relações do Brasil com a África (do período da descolonização até a década de 1980). Obviamente, há inúmeros outros temas (bastante pontuais às vezes) que também são cobrados, mas eu acho que, se eu tivesse só uma semana, para estudar tudo de História do Brasil, eu escolheria esses temas. Ainda que eles não sejam cobrados diretamente, podem ser encaixados em muitas outras questões.
A prova de Inglês consiste de uma tradução do Inglês para o Português (valor: 20 pontos), de uma versão do Português para o Inglês (valor: 15 pontos), de um resumo de texto em Inglês (valor: 15 pontos) e de uma redação sobre tema geral (valor: 50 pontos). As notas de Inglês são, geralmente, bem mais baixas que as das demais provas, o que, considerando que boa parte dos candidatos que chega à terceira fase tem alguma experiência no domínio avançado da língua inglesa (acredito eu), é claro sinal de que a cobrança é bastante rigorosa, e apenas conhecimentos básicos da língua não são suficientes.
Quanto à tradução e à versão, não tenho muito a dizer. Há dedução de 1,00 ou de 0,50 pontos (dependendo do tipo de erro) do valor total do exercício para cada erro de tradução13. O vocabulário cobrado nem sempre é muito simples (um ou outro termo pode ser mais complicado), mas, em geral, não há muitos problemas. Normalmente, as notas da tradução são bem maiores que as notas da versão. Um pequeno “problema” nas traduções e nas versões é o seguinte: o examinador escolhe, tanto nas traduções para o Português quanto nas versões para o Inglês, algumas expressões que ele quer, obrigatoriamente, que o candidato use determinados termos que correspondam àquela palavra ou expressão na outra língua. Assim, por exemplo, se há o termo “vidente”, para ser traduzido para o Inglês, e se o examinador escolheu essa palavra, para testar os candidatos, você ser penalizado, se tentar dizer isso com uma express~o como “a person who foresees” ou coisa do tipo. Se o examinador, entretanto, não houver escolhido essa palavra como teste, você poderá não perder nenhum ponto por isso. O maior problema é que, obviamente, você não sabe quais são as expressões que serão escolhidas enquanto faz a prova. Pode ser que uma expressão para a qual você não conhece a tradução exata não seja uma das escolhidas pelo examinador, e dizer a mesma coisa de outra maneira (com uma frase ou com uma expressão mais longa que exprima o mesmo sentido) pode não implicar penalização. Enfim, não há como saber isso antecipadamente, então a melhor alternativa é, sempre, a tradução o mais fidedigna possível. De toda forma, se não souber, aí não tem jeito, invente alguma coisa, pode ser que seja aceita. Só nunca, nunca, deixe um espaço em branco, pois isso atrai os olhos do examinador, e ele saberá que já tem algo faltando ali. Mesmo que você não tenha nenhuma ideia do que alguma coisa signifique ou de como traduzir, invente palavras, crie sinônimos que não existem, faça qualquer malabarismo linguístico que estiver a seu alcance, só não deixe espaços em branco. Como os examinadores corrigem mais de duzentas provas (números de 2010 e de 2011), pode ser que alguns erros acabem passando despercebidos.
13 Segundo o Guia de Estudos: menos 1,00 pontos por falta de correspondência ao(s) texto(s)-fonte, erros gramaticais, escolhas errôneas de palavras e estilo inadequado; menos 0,50 pontos por erros de pontuação ou de ortografia. Apesar dessa previsão no Guia de Estudos, a banca também tem considerado, nos últimos concursos, que também se subtraem 0,50 pontos por erro de preposição, ao invés de 1,00 pontos.
O resumo do texto em Inglês costuma surpreender alguns candidatos com baixas notas. A atribuição de pontos é feita de acordo com uma avaliação subjetiva que considera várias coisas: quantidade de erros, abrangência de todos os pontos selecionados pelo examinador como os mais importantes do texto etc. Não é necessário incluir exemplos no resumo, que deve, com suas palavras, abranger todos os principais temas discutidos no texto, seus argumentos e sua linha de raciocínio (os temas e os argumentos podem ser apresentados na ordem que você considerar mais interessante, não é necessário seguir a ordem do texto). No resumo, não se emite opinião sobre o texto, e n~o é necessrio dizer “o autor defende”, “segundo o autor” (em Inglês, obviamente). Como se trata do resumo de um texto, é evidente que tudo o que está ali resume as opiniões do autor. Não é necessário fazer uma introdução e uma conclusão, você perderá muito espaço, e não é esse o objetivo do resumo. Seja simples e direto, acho que é a melhor dica.
O comando indica um máximo de 200 palavras, mas eles não contam. Já vi professores dizendo para que os alunos fizessem, obrigatoriamente, entre 198 e 200 palavras, mas, se você buscar os Guias de Estudos anteriores, verá que há resumos que fogem a esse padrão (para baixo ou para cima) e que foram escolhidos como o melhor resumo daquele ano. É claro que você não vai escrever 220 palavras, mas acho que umas 205, mais ou menos, estão de bom tamanho (escrevi um pouco mais de 200, acho que 203, não sei). A professora do cursinho de terceira fase dizia que podíamos fazer até cerca de 210 (desde que a letra não fosse enorme, para não despertar a curiosidade do examinador) que não teria problema. É claro que o foco deve estar nos 200, esse valor superior é apenas para o caso de lhe faltarem algumas palavras, para encerrar o raciocínio.
Em 2011, os 15,00 pontos do resumo foram divididos em duas partes: 12,00 pontos para a síntese dos principais aspectos do texto e 3,00 pontos para linguagem e gramática. O examinador determinou que havia seis tópicos principais do texto que deveriam ser incluídos no resumo e atribuiu até dois pontos para a discussão de cada um desses tópicos. Obviamente, não há como saber quantos serão esses tópicos. O melhor a fazer é tentar tratar de todos os aspectos mais importantes do texto com o mínimo possível de palavras. Se sobrarem 10 ou 15 palavras, não desperdice, faça uma frase a mais, quem sabe isso pode lhe render alguns preciosos décimos a mais.
A redação em Inglês é de 45 a 60 linhas, com valor de 50 pontos. Esses 50 pontos são distribuídos em: planejamento e desenvolvimento (20 pontos), qualidade vocabular (10 pontos) e gramática (20 pontos), com penalização de 1,00 ou de 0,50 pontos por erro, de acordo com o tipo de erro14 (descontados da parte de gramática). Nota zero em gramática implica nota zero na redação (logo, cuidado para não zerar). Há penalização de 1,00 pontos para cada linha que faltar para o mínimo estabelecido.
Normalmente, a redação trata de temas internacionais de fácil articulação. Não há recomendações de número de parágrafos, de número de linhas por parágrafo ou coisa do tipo. As principais coisas a observar são: ter uma tese central, usar argumentos que a sustentem, e, sobretudo, fornecer exemplos. Ao ver espelhos de correção de concursos anteriores no cursinho, fica evidente que muitas notas de planejamento e desenvolvimento são mais baixas devido à ausência ou à insuficiência de exemplos, como indicam os comentários dos examinadores em provas anteriores (a prova de Inglês é a única da terceira fase que vem com comentários e com marcações). Eu diria, portanto, que é necessário prestar atenção na argumentação coerente que comprove a tese, é claro, e no fornecimento de vários exemplos que sustentem a argumentação apresentada. É claro que só listar dezenas de exemplos pode não adiantar nada, mas, se você souber usá-los de maneira coerente, como complemento à argumentação, acho que poderá ser bem recompensado por isso. Ao contrário do que já vi dizerem por aí, não há penalizaç~o por “ideologia” discrepante daquela da banca. Aproveitando a temática da prova de 2001, não interessa se você é contra ou a favor da globalização, o importante é elencar argumentos fortes e sustentá-los com exemplos pertinentes.
14 Segundo o Guia de Estudos, menos 1,00 pontos por erro (exceto para erros de pontuação ou de ortografia, para os quais há subtração de 0,50 pontos). Apesar dessa previsão no Guia de Estudos, a banca também tem considerado, nos últimos concursos, que também se subtrai 0,50 pontos por erro de preposição, ao invés de 1,00 pontos.
Por fim, a parte de qualidade vocabular não se refere só ao uso de construções avançadas de Inglês (inversões, expressões idiomáticas etc.). De nada adianta usar dezenas de construções avançadas, se você tiver muitos erros de gramática. Os 10 pontos de qualidade vocabular levam em consideração tanto o número de construções avançadas que você usou quanto o número de erros de gramática que você teve. Ainda que você use poucas construções avançadas, se não errar nada de gramática (ou se errar muito pouco), sua nota nesse quesito deverá ser bem alta. Dessa forma, acho que o melhor a fazer é preocupar-se, primeiramente, com gramática. Uma pequena lista de expressões idiomáticas passíveis de se empregar, combinada com o uso de construções mais avançadas (como inversões, por exemplo), já pode significar boa nota de qualidade vocabular, se você não perder muitos pontos de gramática. Não vou dizer quais usei, senão todo mundo vai usar as mesmas e ninguém vai ganhar pontos. Usem a criatividade: vejam expressões diferentes, palavras conotativas apropriadas, verbos e palavras mais “elaborados” etc.
Em resumo, acho que o principal da redação é: errar pouco em gramática e fornecer exemplos. Com isso e com bons argumentos, sem fugir ao tema, eu diria que há boas chances de uma nota razoável.
A prova de Geografia é, a meu ver, uma das mais chatas e imprevisíveis. Cada ano, a prova é de um jeito, ora cobra Geografia física, ora cobra teoria da Geografia etc. No geral, acho que a banca não tem muita noção de que está avaliando conhecimentos importantes para o exercício da profissão de diplomata, não de geógrafo. Assim, frequentemente, aparecem algumas questões bem loucas. O bom das questões mais chatas de Geografia é que a banca costuma ser mais generosa na correção. Há alguns anos, uma questão sobre minérios na África, por exemplo, aterrorizou muitos candidatos, mas, na hora da correção, segundo um professor de cursinho, as notas não foram tão baixas. Por isso, não se preocupe tanto com essas questões mais espinhosas que, eventualmente, aparecem na terceira fase de Geografia.
Em 2011, uma das questões (sobre navegação de cabotagem no Brasil, na década 2001-2010) havia sido tema de uma reportagem do programa Globomar duas semanas antes da prova. Para falar a verdade, eu não sabia nem o que era Globomar, se era uma reportagem do Fantástico, um quadro do Faustão ou a nova novela das sete, mas, como um raio pode cair duas vezes no mesmo lugar, não custa nada informar para que você fique atento a algumas dessas questões mais recentes. Não precisa gravar e tomar notas de todo Globomar daqui para frente. Dar uma olhada nos temas desse tipo de programa, de vez em quando, já deve ser mais que suficiente. Vale dizer que o mais importante é, sempre, Geografia do Brasil. Não precisa assistir o National Geographic sobre monções no Sri Lanka, porque não vai cair. De todo modo, assuntos relativos à costa e ao litoral brasileiros são reincidentes no concurso.
Muitos falam sobre a necessidade de usar o “miltonsantês”, como s~o conhecidos os conceitos de Milton Santos, nas respostas de terceira fase. É algo meio batido, mas acho que todo mundo que faz, pelo menos, o cursinho preparatório para a terceira fase deverá ouvir alguma coisa a respeito, então não se preocupe com isso. Se der para usar alguns conceitos em determinadas questões, use sem exageros. Esses termos podem render bons olhos com a banca, mas ninguém tira total só porque escreveu dez conceitos miltonianos na resposta.
Algumas argumentações s~o “coringas” em Política Internacional. Alguns conceitos, como “multilateralismo normativo”, “postura proativa e participativa”, “articulaç~o de consensos”, “reforma da ordem”, “juridicismo”, “pacifismo”, “pragmatismo”, “autonomia pela participaç~o” etc., poderão ser encaixados em quase todas as respostas de terceira fase. Relações Sul-Sul, América do Sul, BRICS, IBAS, África também são temas que poderão ser empregados em diversos contextos (temáticas recorrentes nos últimos concursos). Desse modo, saiba usar esse conhecimento a seu favor. Se há uma questão que pede comentário sobre algum aspecto da política externa brasileira contemporânea, citar esses conceitos já pode ser bom começo.
Não custa nada lembrar que você está fazendo uma prova para o Ministério em que você pretende trabalhar pelo resto da vida. Criticar a atuação recente do MRE não é sinal de maturidade crítica ou coisa do tipo, pode ter certeza de que n~o ser bem visto pela banca corretora. N~o precisa “puxar o saco” do governo atual descaradamente, mas considero uma estratégia, no mínimo, inteligente procurar ressaltar que, apesar de eventuais desafios à inserção internacional do Brasil, o país vem conseguindo alçar importantes conquistas no contexto internacional contemporâneo, como reflexo de sua inserção internacional madura, proativa e propositiva. Na prova de 2011, a prova da importância de saber a posição oficial do MRE com relação a temáticas da política internacional contemporânea ficou evidente em uma questão que pedia que se discutisse a situação na Líbia, apresentando a posição oficial do governo brasileiro e os motivos para a abstenção do Brasil na votação da resolução 1.973 do Conselho de Segurança da ONU. Saber a posição oficial do governo sobre os principais temas da agenda internacional contemporânea é fundamental na terceira fase. Na primeira fase também: em 2011, um item dizia que o MRE usava a participação na MINUSTAH como “moeda de troca” para o assento permanente no Conselho de Segurança da ONU. Por mais que a mídia sensacionalista diga isso e por mais que você, porventura, acredite nisso, não é essa a posição oficial do Ministério, então isso não está correto e ponto. Seja pragmático e tenha, sempre, em mente que você está fazendo uma prova para o governo. Em dúvida, pense: o que o governo brasileiro defende nessa situação? Essa posição vale tanto para a primeira fase quanto para a terceira.
Com relação à prova de Direito, é uma avaliação, a meu ver, bastante tranquila e uma das mais bem formuladas. Não há grandes segredos, e a leitura (acompanhada do fichamento) dos Guias de Estudos antigos é fundamental. Muitos estilos de questões repetem de um ano para o outro, e alguns argumentos gerais sobre o fundamento de juridicidade do Direito Internacional Público, por exemplo, são úteis quase sempre. Ultimamente, a probabilidade de questões sobre Direito interno propriamente dito tem sido reduzida a temáticas que envolvam o Direito Internacional (como a questão sobre a competência para efetuar a denúncia a tratados, cobrada em 2010). Em Direito Internacional Privado, o que já foi cobrado do assunto, em concursos recentes, esteve relacionado à homologação de sentença estrangeira, assunto bastante básico e tranquilo de estudar. Em Direito Internacional Público (DIP), atenção especial à solução de controvérsias (meios pacíficos, meios coercitivos, meios jurídicos e meios bélicos), ao sistema ONU e ao sistema de solução de controvérsias da Organização Mundial do Comércio, além do supracitado fundamento de juridicidade do DIP (“afinal, por que o DIP é Direito?”). Uma dica que vale tanto para as questões de Direito quanto para as de Economia é tomar cuidado com o número de linhas. Como há questões de 60 e de 40 linhas, corre-se o risco de perder muito espaço com argumentos e ilustrações não necessários à questão. Nas provas dessas duas matérias, não acho que seja tão necessário preocupar-se tanto com a introdução e com a conclusão nas questões de 40 linhas (nas de 60, se houver, devem ser bem curtas), pois não há espaço suficiente para isso. Em minhas provas de terceira fase, apenas respondi a essas questões de 40 linhas diretamente.
A prova de Economia mudou muito, se você comparar as provas de 2008-2009 às de 2010-2011, por exemplo. Anteriormente, havia questões enormes de cálculos, equações de Microeconomia etc. Em 2010, a única questão que envolvia cálculo era ridiculamente fácil. Em 2011, para melhorar a situação daqueles que não gostam dos números, não havia um único cálculo nas questões, todas elas analíticas. Além disso, as cobranças anteriores de Economia Brasileira focavam, especialmente, no período da República Velha (isso se repetiu em 2010). Em 2011, até mesmo o balanço de pagamentos atual do Brasil e a economia dos BRIC na atualidade foram objetos de questões. Talvez seja uma tendência da prova de Economia dos próximos anos, de priorizar o raciocínio econômico, em detrimento dos cálculos matemáticos que aterrorizavam muitos no passado. Ainda que eu não tenha problemas com cálculo (e goste bastante, inclusive), devo admitir que me parece muito mais coerente cobrar economia dos países do BRIC do que insistir nos cálculos de preço de equilíbrio, quantidade de equilíbrio, peso-morto etc., se considerarmos que se trata de uma prova que visa a selecionar futuros diplomatas (aí está uma lição que a banca de Geografia precisava aprender).
Ainda que, à primeira vista, esse novo tipo de prova possa parecer mais fácil, pode não ser tão tranquilo quanto parece. Por mais contemporâneas que as questões sejam, acho que os candidatos correm o sério risco de confundir a prova de Economia com uma prova de Política Internacional (por envolver BRIC, por exemplo). Lembre-se, sempre, de que quem corrige as provas de Economia são economistas. Como economistas, eles valorizam o raciocínio econômico, com o uso de conceitos econômicos, e é isso o que deve ficar claro, em minha opinião, em questões como essa. Tenho maior facilidade com esse raciocínio econômico e com os conceitos da disciplina, por haver participado da monitoria de Introdução à Economia da UnB por quatro semestres. A quem não teve essa experiência, para acostumar-se a esse “economês”, nada melhor que bons noticirios de Economia:
- Brasil Econômico: http://www.brasileconomico.com.b
- Financial Times: http://www.ft.com/home/us
- IPEA: http://agencia.ipea.gov.b
- O Globo Economia: http://oglobo.globo.com/economia/
- The Economist: http://www.economist.com/
- Valor Econômico: http://www.valoronline.com.b, entre vários outros.
Obviamente, não precisa ficar lendo todas as notícias postadas em todos esses sites, todos os dias. Já tentei o esquema de ler uma notícia por dia de uns cinco sites de notícias e cansei facilmente. Não acho que seja possível dizer um número ideal de notícias econômicas lidas por semana, mas sei lá, umas duas ou três já são melhor que nada.
submitted by diplohora to brasilCACD [link] [comments]


2020.07.22 11:57 melisaxinyue Las 20 Mejores Herramientas de Web Scraping para Extracción de Datos

Web Scraping (también conocido como extracción de datos de la web, web crawling) se ha aplicado ampliamente en muchos campos hoy en día. Antes de que una herramienta de web scraping llegue al público, es la palabra mágica para personas normales sin habilidades de programación. Su alto umbral sigue bloqueando a las personas fuera de Big Data. Una herramienta de web scraping es la tecnología de rastreo automatizada y cierra la brecha entre Big Data y cada persona.
¿Cuáles son los beneficios de usar una herramienta de web spider?
Aquí está el trato
Enumeré 20 MEJORES web scrapers para usted como referencia. ¡Bienvenido a aprovecharlo al máximo!
1. Octoparse
Octoparse es un free online spider para extraer casi todo tipo de datos que necesita en los sitios web. Puede usar Octoparse para extraer un sitio web con sus amplias funcionalidades y capacidades. Tiene dos tipos de modo de operación: Modo Asistente y Modo Avanzado, para que los que no son programadores puedan aprender rápidamente. La interfaz fácil de apuntar y hacer clic puede guiarlo a través de todo el proceso de extracción. Como resultado, puede extraer fácilmente el contenido del sitio web y guardarlo en formatos estructurados como EXCEL, TXT, HTML o sus bases de datos en un corto período de tiempo.
Además, proporciona una Programada Cloud Extracción que le permite extraer los datos dinámicos en tiempo real y mantener un registro de seguimiento de las actualizaciones del sitio web.
También puede extraer sitios web complejos con estructuras difíciles mediante el uso de su configuración incorporada de Regex y XPath para localizar elementos con precisión. Ya no tiene que preocuparse por el bloqueo de IP. Octoparse ofrece Servidores Proxy IP que automatizarán las IP y se irán sin ser detectados por sitios web agresivos.
Para concluir, Octoparse debería poder satisfacer las necesidades de rastreo de los usuarios, tanto básicas como avanzadas, sin ninguna habilidad de codificación.
2. Cyotek WebCopy
WebCopy es un website crawler gratuito que le permite copiar sitios parciales o completos localmente web en su disco duro para referencia sin conexión.
Puede cambiar su configuración para decirle al bot cómo desea rastrear. Además de eso, también puede configurar alias de dominio, cadenas de agente de usuario, documentos predeterminados y más.
Sin embargo, WebCopy no incluye un DOM virtual ni ninguna forma de análisis de JavaScript. Si un sitio web hace un uso intensivo de JavaScript para operar, es más probable que WebCopy no pueda hacer una copia verdadera. Es probable que no maneje correctamente los diseños dinámicos del sitio web debido al uso intensivo de JavaScript
3. HTTrack
Como programa gratuito de rastreo de sitios web, HTTrack proporciona funciones muy adecuadas para descargar un sitio web completo a su PC. Tiene versiones disponibles para Windows, Linux, Sun Solaris y otros sistemas Unix, que cubren a la mayoría de los usuarios. Es interesante que HTTrack pueda reflejar un sitio, o más de un sitio juntos (con enlaces compartidos). Puede decidir la cantidad de conexiones que se abrirán simultáneamente mientras descarga las páginas web en "establecer opciones". Puede obtener las fotos, los archivos, el código HTML de su sitio web duplicado y reanudar las descargas interrumpidas.
Además, el soporte de proxy está disponible dentro de HTTrack para maximizar la velocidad.
HTTrack funciona como un programa de línea de comandos, o para uso privado (captura) o profesional (espejo web en línea). Dicho esto, HTTrack debería ser preferido por personas con habilidades avanzadas de programación.
4. Getleft
Getleft es un capturador de sitios web gratuito y fácil de usar. Le permite descargar un sitio web completo o cualquier página web individual. Después de iniciar Getleft, puede ingresar una URL y elegir los archivos que desea descargar antes de que comience. Mientras avanza, cambia todos los enlaces para la navegación local. Además, ofrece soporte multilingüe. ¡Ahora Getleft admite 14 idiomas! Sin embargo, solo proporciona compatibilidad limitada con Ftp, descargará los archivos pero no de forma recursiva.
En general, Getleft debería poder satisfacer las necesidades básicas de scraping de los usuarios sin requerir habilidades más sofisticadas.
5. Scraper
Scraper es una extensión de Chrome con funciones de extracción de datos limitadas, pero es útil para realizar investigaciones en línea. También permite exportar los datos a las hojas de cálculo de Google. Puede copiar fácilmente los datos al portapapeles o almacenarlos en las hojas de cálculo con OAuth. Scraper puede generar XPaths automáticamente para definir URL para scraping. No ofrece servicios de scraping todo incluido, pero puede satisfacer las necesidades de extracción de datos de la mayoría de las personas.
6. OutWit Hub
OutWit Hub es un complemento de Firefox con docenas de funciones de extracción de datos para simplificar sus búsquedas en la web. Esta herramienta de web scraping puede navegar por las páginas y almacenar la información extraída en un formato adecuado.
OutWit Hub ofrece una interfaz única para extraer pequeñas o grandes cantidades de datos por necesidad. OutWit Hub le permite eliminar cualquier página web del navegador. Incluso puede crear agentes automáticos para extraer datos.
Es una de las herramientas de web scraping más simples, de uso gratuito y le ofrece la comodidad de extraer datos web sin escribir código.
7. ParseHub
Parsehub es un excelente web scraper que admite la recopilación de datos de sitios web que utilizan tecnología AJAX, JavaScript, cookies, etc. Su tecnología de aprendizaje automático puede leer, analizar y luego transformar documentos web en datos relevantes.
La aplicación de escritorio de Parsehub es compatible con sistemas como Windows, Mac OS X y Linux. Incluso puede usar la aplicación web que está incorporado en el navegador.
Como programa gratuito, no puede configurar más de cinco proyectos públicos en Parsehub. Los planes de suscripción pagados le permiten crear al menos 20 proyectos privados para scrape sitios web.
8. Visual Scraper
VisualScraper es otro gran web scraper gratuito y sin codificación con una interfaz simple de apuntar y hacer clic. Puede obtener datos en tiempo real de varias páginas web y exportar los datos extraídos como archivos CSV, XML, JSON o SQL. Además de SaaS, VisualScraper ofrece un servicio de web scraping como servicios de entrega de datos y creación de servicios de extracción de software.
Visual Scraper permite a los usuarios programar un proyecto para que se ejecute a una hora específica o repetir la secuencia cada minuto, día, semana, mes o año. Los usuarios pueden usarlo para extraer noticias, foros con frecuencia.
9. Scrapinghub
Scrapinghub es una Herramienta de Extracción de Datos basada Cloud que ayuda a miles de desarrolladores a obtener datos valiosos. Su herramienta de scraping visual de código abierto permite a los usuarios raspar sitios web sin ningún conocimiento de programación.
Scrapinghub utiliza Crawlera, un rotador de proxy inteligente que admite eludir las contramedidas de robots para rastrear fácilmente sitios enormes o protegidos por robot. Permite a los usuarios rastrear desde múltiples direcciones IP y ubicaciones sin la molestia de la administración de proxy a través de una simple API HTTP.
Scrapinghub convierte toda la página web en contenido organizado. Su equipo de expertos está disponible para obtener ayuda en caso de que su generador de rastreo no pueda cumplir con sus requisitos

10. Dexi.io
As a browser-based web crawler, Dexi.io allows you to scrape data based on your browser from any website and provide three types of robots for you to create a scraping task - Extractor, Crawler, and Pipes. The freeware provides anonymous web proxy servers for your web scraping and your extracted data will be hosted on Dexi.io’s servers for two weeks before the data is archived, or you can directly export the extracted data to JSON or CSV files. It offers paid services to meet your needs for getting real-time data.
Como web scraping basado en navegador, Dexi.io le permite scrape datos basados en su navegador desde cualquier sitio web y proporcionar tres tipos de robots para que pueda crear una tarea de scraping: extractor, rastreador y tuberías. El software gratuito proporciona servidores proxy web anónimos para su web scraping y sus datos extraídos se alojarán en los servidores de Dexi.io durante dos semanas antes de que se archiven los datos, o puede exportar directamente los datos extraídos a archivos JSON o CSV. Ofrece servicios pagos para satisfacer sus necesidades de obtener datos en tiempo real.
11. Webhose.io
Webhose.io permite a los usuarios obtener recursos en línea en un formato ordenado de todo el mundo y obtener datos en tiempo real de ellos. Este web crawler le permite rastrear datos y extraer palabras clave en muchos idiomas diferentes utilizando múltiples filtros que cubren una amplia gama de fuentes
Y puede guardar los datos raspados en formatos XML, JSON y RSS. Y los usuarios pueden acceder a los datos del historial desde su Archivo. Además, webhose.io admite como máximo 80 idiomas con sus resultados de crawling de datos. Y los usuarios pueden indexar y buscar fácilmente los datos estructurados rastreados por Webhose.io.
En general, Webhose.io podría satisfacer los requisitos de scraping elemental de los usuarios.
12. Import. io
Los usuarios pueden formar sus propios conjuntos de datos simplemente importando los datos de una página web en particular y exportando los datos a CSV.
Puede scrape fácilmente miles de páginas web en minutos sin escribir una sola línea de código y crear más de 1000 API en función de sus requisitos. Las API públicas han proporcionado capacidades potentes y flexibles, controle mediante programación Import.io para acceder automáticamente a los datos, Import.io ha facilitado el rastreo integrando datos web en su propia aplicación o sitio web con solo unos pocos clics.
Para satisfacer mejor los requisitos de rastreo de los usuarios, también ofrece una aplicación gratuita para Windows, Mac OS X y Linux para construir extractores y rastreadores de datos, descargar datos y sincronizarlos con la cuenta en línea. Además, los usuarios pueden programar tareas de rastreo semanalmente, diariamente o por hora.
13. 80legs
80legs es una poderosa herramienta de web crawling que se puede configurar según los requisitos personalizados. Admite la obtención de grandes cantidades de datos junto con la opción de descargar los datos extraídos al instante. 80legs proporciona un rastreo web de alto rendimiento que funciona rápidamente y obtiene los datos requeridos en solo segundos.
14. Spinn3r
Spinn3r le permite obtener datos completos de blogs, noticias y sitios de redes sociales y RSS y ATOM. Spinn3r se distribuye con un firehouse API que gestiona el 95% del trabajo de indexación. Ofrece protección avanzada contra spam, que elimina spam y los usos inapropiados del lenguaje, mejorando así la seguridad de los datos.
Spinn3r indexa contenido similar a Google y guarda los datos extraídos en archivos JSON. El web scraper escanea constantemente la web y encuentra actualizaciones de múltiples fuentes para obtener publicaciones en tiempo real. Su consola de administración le permite controlar los scraping y la búsqueda de texto completo permite realizar consultas complejas sobre datos sin procesar.
15. Content Grabber
Content Grabber es un software de web crawler dirigido a empresas. Le permite crear agentes de rastreo web independientes. Puede extraer contenido de casi cualquier sitio web y guardarlo como datos estructurados en el formato que elija, incluidos los informes de Excel, XML, CSV y la mayoría de las bases de datos.
Es más adecuado para personas con habilidades avanzadas de programación, ya queproporciona muchas potentes de edición de guiones y depuración de interfaz para aquellos que lo necesitan. Los usuarios pueden usar C # o VB.NET para depurar o escribir scripts para controlar la programación del proceso de scraping. Por ejemplo, Content Grabber puede integrarse con Visual Studio 2013 para la edición de secuencias de comandos, la depuración y la prueba de unidad más potentes para un rastreador personalizado avanzado y discreto basado en las necesidades particulares de los usuarios.
16. Helium Scraper
Helium Scraper es un software visual de datos web scraping que funciona bastante bien cuando la asociación entre elementos es pequeña. No es codificación, no es configuración. Y los usuarios pueden obtener acceso a plantillas en línea basadas en diversas necesidades de scraping.
Básicamente, podría satisfacer las necesidades de scraping de los usuarios dentro de un nivel elemental.
17. UiPath
UiPath es un software robótico de automatización de procesos para capturar automáticamente una web. Puede capturar automáticamente datos web y de escritorio de la mayoría de las aplicaciones de terceros. Si lo ejecuta en Windows, puede instalar el software de automatización de proceso. Uipath puede extraer tablas y datos basados en patrones en múltiples páginas web.
Uipath proporciona herramientas incorporados para un mayor web scraping. Este método es muy efectivo cuando se trata de interfaces de usuario complejas. Screen Scraping Tool puede manejar elementos de texto individuales, grupos de texto y bloques de texto, como la extracción de datos en formato de tabla.
Además, no se necesita programación para crear agentes web inteligentes, pero el .NET hacker dentro de usted tendrá un control completo sobre los datos.
18. Scrape.it
Scrape.it es un software node.js de web scraping . Es una herramienta de extracción de datos web basada en la nube. Está diseñado para aquellos con habilidades avanzadas de programación, ya que ofrece paquetes públicos y privados para descubrir, reutilizar, actualizar y compartir código con millones de desarrolladores en todo el mundo. Su potente integración lo ayudará a crear un rastreador personalizado según sus necesidades.
19. WebHarvy
WebHarvy es un software de web scraping de apuntar y hacer clic. Está diseñado para no programadores. WebHarvy puede scrape automáticamente Texto, Imágenes, URL y Correos Electrónicos de sitios web, y guardar el contenido raspado en varios formatos. También proporciona un programador incorporado y soporte proxy que permite el rastreo anónimo y evita que el software de web crawler sea bloqueado por servidores web, tiene la opción de acceder a sitios web objetivo a través de servidores proxy o VPN.
Los usuarios pueden guardar los datos extraídos de las páginas web en una variedad de formatos. La versión actual de WebHarvy Web Scraper le permite exportar los datos raspados como un archivo XML, CSV, JSON o TSV. Los usuarios también pueden exportar los datos raspados a una base de datos SQL.
20. Connotate
Connotate es un web scraper automatizado diseñado para la extracción de contenido web a escala empresarial que necesita una solución a escala empresarial. Los usuarios comerciales pueden crear fácilmente agentes de extracción en tan solo unos minutos, sin ninguna programación. Los usuarios pueden crear fácilmente agentes de extracción simplemente apuntando y haciendo clic.
submitted by melisaxinyue to webscraping [link] [comments]


2020.07.08 17:27 ElaborBR Qualificação e atualização cadastral – o ponto de partida para o eSocial

A contagem regressiva para a implantação do eSocial parece que de fato foi iniciada, uma vez que, recentemente, o governo federal o incluiu no pacote de desburocratização, o que significa, ao nosso ver, que não devem ocorrer novas prorrogações.
Sendo assim, se sua empresa ainda não começou a se preparar, já está mais do que na hora!
E por onde ela deve começar?
Além de constituir um projeto composto por uma equipe multi-disciplinar, entendemos que deve dar atenção especial a qualificação e atualização cadastral de seus empregados, diretores, estagiários, cooperados, autônomos, etc, pois, uma vez implantado, o eSocial funcionará como uma grande “intranet social”, onde, a partir do CPF, todos os trabalhadores terão acesso, via portal, aos benefícios previdenciários, seguro desemprego, FGTS, entre outros, e o cadastro atualizado é condição básica para que o acesso a estes direitos seja o mais rápido e simples possível.
Inicialmente as empresas devem promover a paridade entre o CPF e o PIS de cada trabalhador (com e sem vínculo empregatício), através da “Consulta Qualificação Cadastral em lote”, procedendo às correções necessárias que serão indicadas no relatório de retorno da consulta. Este passo é especialmente importante, sob pena de, na data de início efetivo do eSocial, a empresa não conseguir cadastrar o empregado, e, por consequência, não conseguir proceder com os correspondentes recolhimentos de encargos e impostos trabalhistas e previdenciários.
Paralelamente, deve certificar-se que seu sistema de folha de pagamento está devidamente atualizado para o eSocial e promover uma varredura em todos os campos que compõem o cadastro dos trabalhadores, de modo a corrigir e completar os dados que estiverem errados, não preenchidos ou desatualizados.
Certamente será necessária a interação direta com os trabalhadores, pois o eSocial passou a solicitar dados que nem todas as empresas consideravam em seus processos de admissão e manutenção dos contratos de trabalho, a exemplo de:
A lista acima é exemplificativa e não exaustiva, motivo pelo qual o manual de orientação e seus leiautes devem ser minuciosamente estudados pela equipe do projeto em cada empresa, que deve acompanhar, mensalmente, a solução de cada pendência de cada trabalhador.
Como se vê o trabalho é grande, motivo pelo qual, quem não o iniciou, efetivamente está atrasado.
Diante deste cenário, desenvolvemos métodos de trabalho combinando Consultoria, Tecnologia e Educação em Gestão de Pessoas e Fornecedores, atrelada a análise concomitante de aspectos trabalhistas, previdenciários e tributários, com o objetivo de fazer frente a estes novos desafios.
Para tanto, desenvolvemos aplicações tecnológicas e metodologias objetivas e diretas para, ao lado de nossos clientes, construirmos a solução mais eficaz para cada caso concreto!!
Entre em contato!!
Elaborbr.com, a sua Plataforma de integração em Gestão de Pessoas e Fornecedores!!

https://elaborbr.com/qualificacao-e-atualizacao-cadastral-o-ponto-de-partida-para-o-esocial/
submitted by ElaborBR to u/ElaborBR [link] [comments]


2020.07.07 20:15 ElaborBR O eSocial e a fantástica fábrica de hipocrisia

Desde o último dia 15/05/2019, data em que grande parte das empresas do País tentou completar a implantação do eSocial e da EFD-Reinf, com a consolidação dos recolhimentos previdenciários pelo DARF gerado pela DCTF web, que as críticas ao “novo” sistema tem se intensificado ferozmente, ao ponto de hoje, 11/06/2019, a Folha de São Paulo publicar a notícia intitulada “Governo planeja acabar com eSocial e criar novo sistema”.
Nela, o economista Carlos da Costa, secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, define o eSocial da seguinte forma:
“É um sistema socialista, de controle de mão de obra e que as empresas não aguentam mais. Uma complexidade nefasta. A ideia é a gente acabar com o eSocial e ter um novo sistema bastante simplificado”.
Tenho certeza que ninguém, em sã consciência, discordaria de que as relações de trabalho precisam ser simplificadas, que a economia precisa urgentemente retomar o crescimento, afinal, temos atualmente mais de 13 milhões de desempregados, ou, em uma perspectiva mais ampla, mais de 28 milhões de subutilizados.
Mas o que podemos definir como “socialista”, como “complexidade nefasta”? O eSocial, ou a legislação trabalhista e previdenciária brasileira? Vejamos alguns exemplos:
Nossa Lei Maior, a Constituição Federal de 1988, prevê, dentre outros, em seu artigo 7º, que são direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social:
Note que toda a “complexidade nefasta”, começa com nossa Lei Maior!
Mas não para por aí…
Vejamos mais alguns itens de nossa legislação que, em nossa opinião, sem entrar nos motivos que levaram o legislador a prevê-las, são verdadeiras aberrações!!
Note que citamos apenas alguns míseros exemplos…. tem muito mais!!
Porém, ficando somente neles, você pode afirmar que tem procedimentos operacionais que garantem o perfeito atendimento da legislação vigente?
Desculpe se pareço incrédulo e rude, mas, tenho certeza de que não pode!
E, se você conseguiu chegar até esta parte do texto sem enlouquecer, tenho convicção que você concorda com o secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, mas com uma pequena correção…
A legislação brasileira é de uma complexidade nefasta, que simplesmente foi escancarada, não só pelo eSocial e pela EFD-Reinf, mas por todo o Sistema Público de Escrituração Digital – SPED, do qual fazem parte!
Porém, tem sido muito mais fácil culpar o computador que cruza todos os dados, do que enfrentar o problema de modernizar nossa legislação, de mudarmos nossa mentalidade de levar vantagem em tudo, de dar o bom e velho jeitinho brasileiro, dentre outras hipocrisias típicas de nós brasileiros…
Em nossa opinião declarações como as que vem sendo veiculadas a todo instante, tais como as apresentadas abaixo, embora envoltas no desejo de demonstrar sensibilidade a todos os problemas acima citados, acabam por confundir ainda mais, ao invés de ajudar!
Governo planeja acabar com eSocial e criar novo sistema
Bolsonaro anuncia redução de 90% de normas de segurança do trabalho
Comitê Gestor confirma mudança no prazo de envio de eventos
Mudar o prazo de entrega do dia 7 para o dia 15, na prática representa um alívio momentâneo, pois valerá até a entrada em vigor dos recolhimentos do FGTS a partir das informações provenientes do eSocial (GRFGTS) que está previsto para ocorrer a partir de Agosto/2019.
O advento do eSocial apenas automatizou e racionalizou a prestação de informações exigidas pela legislação trabalhista, previdenciária e tributária que não foi alterada, e, guardadas as devidas proporções, vem promovendo uma reeducação dos profissionais tanto de RH quanto de outras áreas, bem como dos empresários em geral, que, de tão acostumados a não serem fiscalizados e/ou processados, em certa medida, nem sabem mais a diferença entre o “certo” e o “errado” nas relações de trabalho.
Sendo assim, somos completamente favoráveis a medidas de simplificação, mas que devem vir da modernização da legislação trabalhista, previdenciária e tributária.
Enquanto isso, somos favoráveis à completa implementação do eSocial e da EFD-Reinf, mas, inicialmente, sem punições, e sim, orientações por parte dos agentes fiscalizadores, que, naturalmente terão meios de separar o joio do trigo, de modo a aplicar penalidades somente para os reincidentes que demonstrarem efetivamente má-fé em suas relações de trabalho.
Por fim, tanto a adequação da legislação, quanto a regulamentação de agravantes e atenuantes no processo de fiscalização eletrônica, devem ter muito claros os prazos de início e fim, que, seguidos de maneira séria e rígida, no processo de construção coletiva que já vem sendo adotado desde o início do projeto, garantirá benefícios para todos.

https://elaborbr.com/o-esocial-e-a-fantastica-fabrica-de-hipocrisia/
submitted by ElaborBR to u/ElaborBR [link] [comments]


2020.07.04 11:16 Cporosus1 Seeking details of crocodile attacks in Cuba/Buscando detalles de los ataques de cocodrilos en Cuba

Hello everyone,
My name is Brandon and I collect crocodile attack data for the CrocBITE website (www.crocodile-attack.info). We have been unable to obtain much crocodile attack data from Cuba, despite the country holding the largest population of American crocodiles (Crocodylus acutus) in the world. We are currently looking for local individuals who may be able to provide us with crocodile attack data (both fatal and non-fatal) for both species present within the country (C. acutus and C. rhombifer). The minimum acceptable level we require for data is- location, approximate date (year at the very least) and outcome (fatal or non-fatal). We also would like, if possible, age and sex of victim, activity when attacked, time of attack, and, in the rare cases that it is available, size of crocodile. Anyone that provides us with this data will be listed as the contributor and source, as well as receiving an acknowledgment on the website. Preferably, we are looking for people who may be able to provide us with updates once or twice per year, with attacks listed in an Excel spreadsheet. If anyone here has contact information for local wildlife departments in country, that would also be greatly appreciated.
Thank you
Hola a todos,
Mi nombre es Brandon y recopilo datos de ataque de cocodrilos para el sitio web de CrocBITE (www.crocodile-attack.info). No hemos podido obtener muchos datos de ataque de cocodrilos de Cuba, a pesar de que el país tiene la mayor población de cocodrilos estadounidenses (Crocodylus acutus) en el mundo. Actualmente estamos buscando individuos locales que puedan proporcionarnos datos de ataque de cocodrilos (tanto fatales como no fatales) para ambas especies presentes en el país (C. acutus y C. rhombifer). El nivel mínimo aceptable que requerimos para los datos es: ubicación, fecha aproximada (año como mínimo) y resultado (fatal o no mortal). También nos gustaría, si es posible, la edad y el sexo de la víctima, la actividad cuando se ataca, el momento del ataque y, en los raros casos en que está disponible, el tamaño del cocodrilo. Cualquier persona que nos proporcione estos datos aparecerá como contribuyente y fuente, así como también recibirá un reconocimiento en el sitio web. Preferiblemente, estamos buscando personas que puedan proporcionarnos actualizaciones una o dos veces al año, con ataques enumerados en una hoja de cálculo de Excel. Si alguien aquí tiene información de contacto para los departamentos locales de vida silvestre en el país, eso también sería muy apreciado.
Gracias
submitted by Cporosus1 to cuba [link] [comments]


2020.06.02 02:23 MischiefManaged97 A época de exames no IST vai ser uma novela: prof a dar rage quit

Contexto: professor revoltadíssimo com as avaliações à distância dá rage quit.
O texto:
INFORMAÇÃO PARA OS ALUNOS DE CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL 2 (CDI2)
No dia 28 de Abril o Conselho Científico e Pedagógico do Departamento de Matemática (DM) aprovou por unanimidade uma posição que, no essencial, foi:
“- O DM até à data não conhece uma solução que permita concluir que a avaliação final presencial (testes/exames) das Unidades Curriculares Horizontais de formação base em Matemática possa ser substituída por qualquer tipo de avaliação remota nas plataformas disponíveis, sem que a sua credibilidade, integridade e justiça fiquem seriamente comprometidas.
- O DM esta disponível para, em conjunto com os Órgãos do IST, procurar encontrar as medidas que sejam necessárias para que a avaliação final destas Unidades Curriculares Horizontais de formação base em Matemática possa ser feita sem comprometer seriamente os princípios fundamentais acima enunciados.”
Esta posição, respeitante às 8 Unidades Curriculares Horizontais do DM, foi transmitida aos Órgãos Centrais do Técnico (conselhos de Gestão, Científico e Pedagógico) e, em resposta, recebeu no dia 28 de Maio a reafirmação que as avaliações teriam de ser remotas.
Eu, um outro Professor de CDI2 e um Professor de CDI1-Semestre Alternativo não aceitamos fazer avaliações remotas, a não ser provas orais para quem não possa comparecer a prova presencial devido ao COVID-19. As minhas 4 razões principais para isso são:
1) Considero que não é possível garantir justiça e equidade nas classificações atribuídas neste tipo de disciplinas com avaliações remotas de provas prestadas a partir de qualquer lugar (se não for um número limitado de provas orais), e quando assinamos os livros de termos das classificações finais estamos a responsabilizar-nos pela justiça da classificação atribuída a cada aluno.
2) Entendo que os alunos devem prestar provas em condições o mais semelhantes possível com as a que estão habituados, para se poderem concentrar no conteúdo das perguntas e respostas sem outras perturbações e/ou dificuldades tecnológicas ou intromissões à distância durante as provas, de modo à avaliação ser sobre competências demonstradas na matéria da disciplina e não de outra natureza, como destreza digital ou outra.
3) Considero que a avaliação por respostas de escolha múltipla é inapropriada para avaliação na escala de 0 a 20 valores de uma disciplina como CDI2, e que os procedimentos que estão a ser considerados para realização e fiscalização de provas remotas com respostas escritas em papel e enviadas electronicamente, além de não assegurarem justiça e equidade, são demasiado complicados para que, a meu ver, os alunos possam ser avaliados justamente pelas suas competências na disciplina sem excessivas perturbações ou preocupações com aspectos que não têm a ver com a disciplina.
4) Várias das universidades de engenharia na Europa e nos EUA que mais respeito decidiram que não poderiam deixar de fazer as avaliações presenciais que tinham previstas, em alguns casos adiando-as (e.g ETH Zurich, EPFL Lausanne, KU Leuven, quase todas as boas escolas de engenharia da Alemanha, a U. Técnica da Dinamarca, a École Polytechnique de Paris, o MIT), ou que as classificações finais com provas remotas seriam só Aprovado/Reprovado (e.g. U. College London, U. Sheffield, Stanford U., Harvard U.), ou ainda que alunos do 1º ano transitam para o 2º ano sem avaliações (e.g. U. Edinburgh, U. Manchester). Há também outras universidades de topo que optaram por avaliações remotas. Contudo, é claro que as universidades referidas entendem que a substituição de avaliações presenciais por remotas e as classificações que se obteriam são inadequadas.
No que respeita às outras duas universidades públicas de Lisboa, o IUL-ISCTE prevê avaliações presenciais (na FIL-Expo) e a U. Nova de Lisboa determinou:
“quando a opção do docente para avaliação incluir um exame, deverá, sempre que possível, privilegiar-se a realização de provas presenciais e físicas, aspeto que fica reforçado com as instruções de desconfinamento, sem prejuízo que permanece actual – sendo até desejável em diversas situações –a necessidade de compatibilização entre provas presenciais e físicas e provas realizadas a distância”
e
“quando a opção do docente para avaliação incluir um exame, dar opção aos alunos de realização de provas presenciais e físicas, em alternativa à realização, apenas, de provas a distância”.
Além disso, em Lisboa há pelo menos uma universidade privada – U. Lusíada – que fará as avaliações finais presenciais inicialmente previstas (com a alternativa de prova oral remota para quem não possa comparecer).
Neste contexto, solicitei ao Presidente do Técnico autorização e apoio para avaliação presencial nos cursos a que dou aulas (com alternativa de prova oral remota), a realizar em grandes espaços (átrios dos Pavilhões de Civil e Central, e outros grandes espaços do Técnico ou da U. de Lisboa), com lugares separados de pelo menos 2 metros, uso individual de máscara, higienização dos espaços e das mesas antes de cada turno, realização consecutiva dos dois testes cada um em 1 hora.
Esta proposta começou por ser muito bem acolhida numa reunião a 23 de Maio, mas na 5ª feira passada (28 de Maio) foi-nos transmitido pelo Conselho de Gestão que não era aprovada por não garantir a avaliação “nas mesmas condições para todos os alunos” da disciplina, e que as avaliações finais teriam de ser todas remotas. Isto apesar de, mesmo em situações normais, os enunciados das provas serem diferentes entre turnos de provas, e até haver diferenças num mesmo turno, e das avaliações remotas que estão previstas (respostas de escolha múltipla para uns cursos e manuscritas com envio electrónico para outros) serem radicalmente diferentes.
Exactamente “nas mesmas condições” é obviamente impossível. O que é preciso é que sejam o mais possível equivalentes, e principalmente para alunos de um mesmo curso. O que se espera numa Universidade é que no âmbito de regras gerais com ampla flexibilidade sejam os Professores Responsáveis a definir as condições em que se realizam as provas que levam às classificações de que terão de assumir a responsabilidade assinando-as, em vez de lhes ser imposto um modelo único ou desrazoavelmente restritivo por órgãos administrativos que não têm competência legal para atribuir classificações e não as podem assinar.
Nesta situação, como não acredito na razoabilidade dos resultados destes tipos de avaliações remotas, pelas razões referidas, solicitei a minha substituição como Professor Responsável Geral de CDI2 no período de avaliações finais, pois não posso ser responsável por um processo com resultados de que não poderia assumir a responsabilidade. Essa é a explicação que senti necessidade de vos dar, de modo franco e suficientemente claro para que possam perceber porque vou ser substituído por outro Professor do Departamento de Matemática, provavelmente logo depois de hoje.
Cada Professor Responsável por cada bloco de CDI2 irá em breve informar sobre os procedimentos da avaliação remota desse bloco.
Tenho pena de não vos poder acompanhar como Professor Responsável Geral de CDI2 até ao fim.
Faço votos para que tenham os maiores sucessos no estudo e nas provas que vão realizar, e também na vossa vida futura como estudantes e profissionais.
Lisboa, 1 de Junho de 2020
Luis Magalhães, Professor Responsável Geral por Cálculo Diferencial e Integral 2 no IST

INFORMAÇÃO PARA OS ALUNOS DE CDI2 DE LMAC E MEFT
Como podem ver no anúncio precedente, devido a discordar em absoluto de avaliações finais remotas para este tipo de disciplina pelas razões aí expostas (excepto um número limitado de provas orais para quem não possa comparecer devido ao COVID-19), e depois de ter solicitado ao C. de Gestão do IST autorização e apoio para realização de provas presenciais nas condições adequadas (com a alternativa de provas orais remotas), o C. de Gestão acabou, a 28 de Maio, por não autorizar.
Como a minha discordância de provas remotas nas condições previstas é por razões muito fortes (explicadas no anúncio precedente) e, portanto, não seria responsável se as ministrasse ou fosse o Professor Responsável de uma disciplina em que fossem ministradas por outros, solicitei ser substituído por outros Professores do Departamento de Matemática como Professor Responsável Geral de CDI2 e como Professor Responsável da disciplina para LMAC e MEFT, o que deve ser já depois de hoje.
Como devem calcular, lamento fortemente que não tenha havido abertura para uma alternativa que me parece razoável e a melhor possível nesta altura, e até a mais próxima da que os alunos estão habituados e da que estava estabelecida inicialmente. Em particular, entristece-me não ser eu a avaliar os alunos a que dei aulas e que acompanhei ao longo deste semestre e também no semestre passado. Acho que os alunos não deveriam ficar nessa situação, mas, como provavelmente compreenderão, não posso ser responsável por um processo com resultados de que não poderia assumir a responsabilidade.
O meu serviço na disciplina terminará quando for nomeado o Professor que me substituirá, incluindo horários de dúvidas. Contudo, como atendo sempre quem me procure para falar de Matemática, e com acrescida satisfação quando são antigos alunos meus, estarei disponível para esclarecimento de dúvidas ou outras questões de Matemática que entendam pôr-me, a pedido por e-mail a que responderei combinando como o fazer em cada caso; não hesitem, pois é com total abertura e disponibilidade, e até com prazer, que responderei.
Quanto ao processo de avaliação, neste momento é certo que será remota, nas datas e num dos turnos marcados no Fénix e com os dois testes previstos consecutivos, para cada curso num turno que será indicado com antecedência.
O novo Professor Responsável por CDI2 para LMAC e MEFT irá informar os alunos, em breve, sobre os procedimentos da avaliação remota para estes cursos.
Tenho pena de não vos poder acompanhar como Professor Responsável de CDI2 até ao fim.
Faço votos para que o estudo e as provas que vão realizar vos corram o melhor possível.
Lisboa, 1 de Junho de 2020
Luis Magalhães, Professor Responsável por Cálculo Diferencial e Integral 2 para LMAC e MEFT
submitted by MischiefManaged97 to portugal [link] [comments]


2020.05.07 21:28 realincognita Posibilidad de cursar un par de materias en alguna universidad

Hola, mexico. En la actualidad me dedico a algo relacionado al análisis de datos (mi trabajo consiste en un intermedio entre BI y data analytics). Para avanzar mi carrera estoy interesado en hacer una maestría en algo relacionado a la parte más analítica (Ciencias de Datos, Operations Research, etc). La mayoría de los programas, tanto en México como en el extranjero, te piden haber cursado ciertas materias durante la carrera (álgebra lineal, estadística avanzada, etc). Lamentablemente, debido a la naturaleza de la carrera que estudié, durante la universidad únicamente cursé cálculo y unas 2 materias de estadística y econometría. El resto de mis conocimientos matemáticos lo aprendí por mi cuenta usando internet o libros.
Debido a mi interés actual en estos programas, quería saber si algunas universidades te otorgan la posibilidad de cursar algunas materias sin la necesidad de estar inscrito en algún programa en específico. Busco, de esta manera, tomar unas clases que me ayuden a cumplir con los prerrequisitos de algunos programas.
submitted by realincognita to mexico [link] [comments]


2020.04.16 22:08 BOGMANDIAS Planilhas - Socorro - Números viraram Datas e não voltam mais

Eu utilizei o Google Planilhas para alterar várias planilhas e por algum motivo o formato de dados mudou de "número" para "data", 5.5386 , por exemplo, se tornou 01/05/5386. Visualmente não há nada de diferente, a célula ainda mostra 5.5386, só consigo perceber que está formatado como "data" quando dou dois cliques na célula ou quando tento realizar operações com esses números. O problema é justamente esse, se tornou impossível fazer os cálculos que desejo com esses números. Quando modifico o formato de dado para "número" o google planilhas simplesmente transforma 5.5386 em outro número (como 10000, 34849), eu não sei o que fazer, só consigo deixar os valores corretos quando estão no formato "data" e "texto", mas não posso realizar as operações que desejo adequadamente, já tentei inclusive transformar os dados em "texto" e depois em "número", mas por algum motivo o valor se torna um número aleatório também. O que eu faço? Pode ser uma solução através que possa ser executada através do Excel, Google Planilhas ou mesmo Calc.
submitted by BOGMANDIAS to brasil [link] [comments]


2020.04.14 16:40 Tynrir Eu consegui dominar algo que eu tinha muita dificuldade

Pra dar um contexto inicial eu sou do último ano de Ciência da Computação e trabalho como programador, eu sempre fui um bom aluno tanto que ganhei uma bolsa de 100% pra faculdade e nela sempre me destaquei por ser um bom programador porém eu sempre tive uma grande dificuldade... Cálculo e estatística... Eu consego entender a lógica e tudo mais, porém sentar e por essas contas no papel sempre foi horrível pra mim, as duas únicas DPs que eu tenho na faculdade são em Cálculo Numérico e em Estatística... Pois bem, esse ano eu entrei em uma grande multinacional de T.I (como programador mesmo) e nela eu tive acesso a uma plataforma com diversos cursos, um detalhe é que nessa empresa a gente é recompensado pela quantidade de cursos que fizermos e nessa plataforma eu descido não ficar só fazendo cursos de programação que eu tenho facilidade e resolvi me desafiar na trilha de cursos de Data Science. Nós primeiros dias foi um horror, fórmulas e equações estranhas, uma coisa que me dava repulsa, mas insisti nisso e agr dois meses depois eu conclui a trilha de cursos e estou realmente gostando MUITO dessa área... Uma exemplo disso foi as análises estatísticas usando a linguagem de programação R... Na primeira vez que eu vi eu juro que até fiquei com dor de cabeça, hoje eu resolvi um problema de programação de nível difícil usando o R. Então fica aqui o meu testemunho e dica para quem tem dificuldade em alguma coisa, por mais que seja difícil não é impossível.
submitted by Tynrir to desabafos [link] [comments]


2020.04.12 17:23 ronilsonsnt A FÓRMULA DA SEMIJOIA revolucionando o mercado

A FÓRMULA DA SEMIJOIA — Conheça o MÉTODO que está revolucionando o mercado de Revenda de SEMIJOIAS! Como você pode ir em pouco tempo de ZERO para até R$ 5.000,00!
Assista o vídeo abaixo:

https://reddit.com/link/fzykvg/video/e54y9uxczds41/player
Clique aqui>>Quero Garantir minha vaga a Agora<

O CURSO A FÓRMULA DA SEMIJOIA FOI DESENVOLVIDO ESPECIALMENTE PARA QUEM:


https://preview.redd.it/mgytwk7pzds41.png?width=113&format=png&auto=webp&s=6915a6488ed2914199063bd6218c715868bb6623
QUER EMPREENDER Se você está procurando uma nova oportunidade e deseja trabalhar em um dos maiores mercados do Mundo, ter sua independência financeira para que tenha tempo livre, investindo pouco dinheiro e obtendo lucros de até 800%, esse conteúdo é para você! Vou te dar o passo a passo, sem enrolação, de como começar do Absoluto Zero e alcançar um faturamento de R$ 80.000,00.

https://preview.redd.it/g0by35yszds41.png?width=113&format=png&auto=webp&s=a4767684ec5a3ebf3ffc84cc93d57349d805f855
É REVENDEDORAS DE SEMIJOIAS Se você já está no mercado como revendedora mas deseja aumentar suas vendas e a sua margem de lucro de forma acelerada, esse conteúdo definitivamente é para você! Aqui vou lhe mostrar a fórmula das maiores empresas desse Segmento para que você possa faturar alto e com lucro que somente as grandes empresas que estão no mercado há anos conseguem!

https://preview.redd.it/c11zus9wzds41.png?width=113&format=png&auto=webp&s=15794b5a57d2fda1f6c7e1b4c40cea9053f0fd84
JÁ TEM SUA PRÓPRIA MARCA DE SEMIJOIAS Se você já tem sua própria marca mas deseja aumentar seus Lucros e descobrir uma fórmula prática no formato de passo a passo, já testada, e que lhe possibilitará em aumentar suas vendas e sua margem de lucro imediatamente após ver esse material, vem comigo!

Sobre o Criador:


https://preview.redd.it/7j061h930es41.png?width=500&format=png&auto=webp&s=27613711229e8861b64ce4d1af8899174dab8ae5
Meu nome é Fabio Castro, sou fundador da Fica Dica Benedita marca de semijoias que comandei por 5 anos a operação em todo o Brasil alcançando mais de 500 revendedoras e pontos de vendas.
Comecei nesse mercado do absoluto Zero e investi muito tempo e dinheiro para de fato descobrir o segredo das grandes marcas do Setor que ensinarei nesse treinamento 100% online e que me fez faturar mais de 1 MILHÃO AO ANO.
Atualmente já ajudei mais de centenas de alunos (as) a mudarem suas vidas através da Fórmula da Semijoia assim como eu mudei a minha.

FÓRMULA DA SEMIJOIA COMPROVADA

A fórmula que você irá encontrar aqui foi testada e comprovada por mim e por diversos alunos da minha mentoria e aprimorada ao longo dos anos, portanto, já está consolidada.
Veja alguns exemplos do que você irá encontrar :

- Um jeito rápido de começar (imediatamente após realizar o curso) no mercado altamente lucrativo das Semijoias.

- Uma fórmula secreta que irá te permitir aumentar em até 10x a sua margem de lucro, embora, as grandes empresas do mercado não queiram que você saiba.

- As 3 melhores maneiras de ganhar dinheiro com Semijoias, já comprovadas, para que seu negocio decole.

- A verdade sobre o Mercado de Semijoias que está fazendo pessoas comuns ganharem muito dinheiro embora elas não queiram que você saiba.

- Como você pode ir em pouco tempo de um faturamento ZERO para a R$ 5.000,00, portanto, adquirindo sua independência financeira.

- O que você nunca deve fazer se quiser crescer nesse mercado, ou seja, você não cometerá erros primários.

- Descubra como eu consegui transformar um anel de R$ 0,80 em R$ 49,90, porque, se eu conseguir você também consegue.

- Uma forma pouco conhecida de multiplicar suas vendas de Semijoias, portanto, tornando você um TOP vendedor(a).

CONTEÚDO EXCLUSIVO


https://preview.redd.it/lah8xz9w0es41.png?width=494&format=png&auto=webp&s=0c06f6d44cefa303ce6716ebea1550aa90f43205

A FÓRMULA DA SEMIJOIA


https://preview.redd.it/ffswnwxy0es41.png?width=500&format=png&auto=webp&s=b9c3a45aabed5e86a43bbd316a87bdc2a51ec279

MARKETING/BRANDING



https://preview.redd.it/v05pmpx11es41.png?width=700&format=png&auto=webp&s=875435579dd1202808dce975713160dca49a89d2

CANAIS DE VENDAS


https://preview.redd.it/1adlp7541es41.png?width=700&format=png&auto=webp&s=0c1ef664dcb54080f750683618edad6485f69608

REVENDEDORAS



https://preview.redd.it/3y0oiky61es41.png?width=600&format=png&auto=webp&s=318f72beaaacc32bc4afe92863f2450915d51750

AULAS BÔNUS


https://preview.redd.it/5it8m5u81es41.png?width=602&format=png&auto=webp&s=91a42d7019fd486964d065639418e0f10cd133a9

BÔNUS EXCLUSIVOS DE LANÇAMENTO

BÔNUS EXCLUSIVOS PARA QUEM COMPRAR HOJE!

De R$ 1.000,00
GRÁTIS

Forma Secreta de encontrar os melhores Fornecedores do mercado que você poderá ter margens de até 800%.
De R$ 687,00
GRÁTIS

Planilha para cálculo do valor final das suas peças e sua margem de lucro de forma rápida, eficiente e segura!
De R$ 1.500,00
GRÁTIS

Modelo de Contrato de Consignação PRONTO para você utilizar com suas próprias revendedoras.
De R$ 1.500,00
GRÁTIS

Módulo marketing digital — anúncios online: como alavancar sua marca de semijoias com o poder da internet, ou seja, vender virtualmente. Garanta o seu acesso
Somente esses Bônus lhe custariam mais de R$ 3.000,00 e ainda demandariam muito tempo, mas você adquirindo agora a FÓRMULA DA SEMIJOIA, você receberá instantaneamente e 100% GRÁTIS!!!

DEPOIMENTOS


https://preview.redd.it/aneaesnq1es41.png?width=700&format=png&auto=webp&s=ccc8b9cf8ca60fd203ee60b1bfa904be047d366a

https://preview.redd.it/cr4x8dxr1es41.png?width=700&format=png&auto=webp&s=c0a0eed34c583d184db4ef833909ce4a8050ec4b
SEU INVESTIMENTO ESTÁ SEGURO COM A MINHA GARANTIA DE 7 DIAS

https://preview.redd.it/p0yey30u1es41.png?width=542&format=png&auto=webp&s=668d860d598e14521c94e1f00c115df056792ffb
É muito fácil e simples
Você terá acesso ao treinamento completo da Fórmula da Semijoia agora, e tem até 7 dias para pedir seu dinheiro de volta, se não gostar de alguma ou qualquer coisa, sem burocracia alguma, basta mandar um e-mail, ou seja, você não tem risco nenhum.
Nosso objetivo é adicionar valor real à sua vida, mostrando as técnicas e métodos extremamente eficazes e testados por mim e por centenas de outros alunos, para que, você tenha sucesso.
SEM BUROCRACIA!

https://preview.redd.it/s5n5dxv02es41.png?width=522&format=png&auto=webp&s=bfd60aaa1b8dbbea2650e0dfdf5e5ac043d70c53
Clique aqui>>Quero Garantir minha vaga a Agora<

https://preview.redd.it/4l6mufc32es41.png?width=519&format=png&auto=webp&s=cfc621f260231517d21601542fe9da6424c354f5
O verdadeiro preço desse produto é de R$ 997,00 mas como oferta de lançamento se você comprar agora ele sairá por apenas R$ 297,00 e você ainda leva os Bônus que somados lhe custariam mais de R$ 3.000,00.
submitted by ronilsonsnt to u/ronilsonsnt [link] [comments]


2020.03.22 04:26 marcio-barbeto Previsões numéricas para o Covid-19 no Brasil

Previsões numéricas para o Covid-19 no Brasil
Bom dia! Não sou da área de saúde, sou engenheiro, então minha habilidade é mais voltada a números. Sendo assim, coletei algumas informações disponíveis sobre a pandemia do Covid-19 no Brasil e cheguei a algumas conclusões estritamente matemáticas que gostaria de compartilhar nesse canal.
O número de casos confirmados no Brasil pode ser facilmente calculado por meio da seguinte simples fórmula: 1,327 ^ n (1,327 elevado a "n", onde "n" é o número de dias desde o início da pandemia no Brasil - 26/fev/2020).
Ver no gráfico comparativo que a curva calculada, em laranja, fica muito próxima da curva dos números reais em azul.
Baseado nessa equação, podemos projetar para qualquer data no futuro, quantas pessoas estarão contaminadas, quantas estarão internadas, quantas morrerão, etc.
Para chegar no número real de infectados, foi utilizada uma premissa de que para cada caso confirmado, devemos ter, em média, 15 outros infectados que não realizaram o teste e portanto foram subnotificados.
Com base nessa projeção, verificamos que até o final de abril, toda a população do Brasil já terá sido exposta ao vírus e que aqueles que forem suscetíveis a desenvolver complicações já a terão desenvolvido.
Sendo assim, é mais um dado que demonstra que realmente no mês de abril o sistema de saúde brasileiro, certamente entrará em colapso.
O que projeto de diferente é que o surto não deve levar muitos meses para começar a diminuir, já que sua propagação é tão intensa que em poucas semanas já terá atingido toda a população do país. E mesmo que medidas de restrições a circulação sejam impostas, o efeito deve retardar esse tempo em dias e não em meses.
Fico a disposição de qualquer pessoa ou instituição para explicar e compartilhar todos os meus cálculos e também efetuar cálculos complementares se for de utilidade para alguém.
Marcio Barbeto


https://preview.redd.it/3p005amo85o41.png?width=722&format=png&auto=webp&s=f9c016a781766c086b1cb87adf15a37971426ad6
submitted by marcio-barbeto to coronabr [link] [comments]


2020.03.16 17:40 juliosanoja 3 Productos de publicidad digital que usan grandes bases de datos

3 Productos de publicidad digital que usan grandes bases de datos
Google Ads Search, Google Ads Display, Facebook Ads
Ya se ha establecido un oligopolio de publicidad digital formado por Google y Facebook, que ofrece a las empresas la oportunidad de comunicarse con los 4.000 millones de usuarios de Internet de manera efectiva, eficiente y satisfactoria, gracias a la publicidad de grandes bases de datos (big data advertising).
Las ventas de publicidad globales en medios tradicionales y digitales, en el año 2015, fueron de $ 600 mil millones, y en los medios digitales fueron $ 150 mil millones. La publicidad en medios digitales representa el 25% de la publicidad mundial. Las ventas de Google en el año 2015 fueron $ 75 mil millones, y las ventas de Facebook en el mismo año fueron $ 18 mil millones. Más del 95% de los ingresos de Google y Facebook se obtienen con la venta de sus productos de publicidad, Google Ads y Facebook Ads. Si hacemos los cálculos, descubrimos que Google y Facebook juntos tienen más del 60% del negocio de publicidad digital, y esto se debe a que ambas empresas venden publicidad que usa grandes bases de datos.
Google Ads Search
Google anunció en el 2016 que cada año se realizan trillones de búsquedas en Google. Las personas van a Google para buscar cualquier cosa que necesiten. Como dice Google, las personas buscan en Google si quieren IR, SABER, HACER o COMPRAR, y esto es lo que Google llama el Momento Cero de la Verdad (Zero Moment of Truth - ZMOT). Cuando una persona busca algún producto o servicio y el enlace al sitio web de su empresa aparece en la primera página de los resultados de búsqueda de Google, entonces su empresa tiene la oportunidad de satisfacer las necesidades de esa persona, y usted obtiene una oportunidad de negocio.
Hay dos formas de estar en la primera página de los resultados de búsqueda de Google, de forma orgánica haciendo campañas de artículos para optimización de motores de búsqueda (SEO), y pagando publicidad de Google Ads Search. Las empresas tienen la oportunidad de hacer una campaña de publicidad en los resultados de búsqueda de Google, usando la publicidad de Google Ads Search, de modo que cuando las personas buscan sus productos o servicios, los anuncios de las empresas aparecen en la primera página de los resultados de búsqueda de Google. Esta campaña se puede configurar por área geográfica y por palabras claves. Las empresas pagan a Google si los usuarios hacen clic en el anuncio; de lo contrario, las empresas no pagan a Google por la publicación del aviso de publicidad. Google llama a esta publicidad pago por clic, o pay per clic en inglés (Pay Per Clic - PPC). Google no cobra a las empresas por publicar el anuncio, solo cobra si el usuario hace clic en el anuncio. El costo de un clic varía y depende del país y la industria, en un rango entre $ 1 y $ 1,000 por clic.
Google Ads Display
Google conoce la siguiente información para cada uno de los 4.000 millones de usuarios de Internet: ubicación geográfica, edad, género, intereses. Google también conoce la siguiente información de todo el contenido de Internet: temas, palabras claves, direcciones de sitios web, direcciones de páginas web. Con esta información disponible, Google puede vender publicidad de grandes bases de datos. Una empresa puede configurar una campaña de Google Ads Display para mostrar un anuncio de publicidad en formato de texto, imagen o video, al usuario de Internet, por donde navegue, dependiendo de la configuración de la campaña y la segmentación de las variables de las grandes bases de datos de Google Ads Display. Por ejemplo, una empresa puede mostrar un anuncio en la primera página del New York Times o del Washington Post, cuando las personas interesadas en sus productos o servicios navegan por la primera página de estos periódicos. Al igual que en Google Ads Search, esta publicidad también es publicidad de pago por clic, por lo tanto, la empresa solo paga a Google si el usuario hace clic en el anuncio. Google no cobra a la empresa por publicar el anuncio.
Facebook Ads
Facebook conoce la siguiente información de cada uno de los 1.500 millones de usuarios de Facebook e Instagram: ubicación geográfica, edad, género, intereses. Una empresa puede configurar una campaña de publicidad en Facebook e Instagram para dirigirse a cualquier audiencia interesada en sus productos o servicios. Estos anuncios también pueden ser anuncios de texto, imagen o video, y también son anuncios de pago por clic como lo son los anuncios de Google Ads. La publicidad de Facebook e Instagram también es publicidad de grandes bases de datos, porque la empresa puede dirigir el anuncio a una audiencia segmentada de acuerdo con las variables de la base de datos de los usuarios de Facebook e Instagram.
Google tiene una gran base de datos con 4.000 millones de usuarios de Internet y conoce su ubicación geográfica, edad, género, e intereses. Facebook tiene una gran base de datos con 1.500 millones de usuarios de Facebook y conoce su ubicación geográfica, edad, género, e intereses. Estas 2 grandes bases de datos se pueden usar para que las empresas se comuniquen con sus clientes, prospectos y cualquier otra audiencia de manera eficiente, efectiva y satisfactoria. No hay otras bases de datos de usuarios de Internet como estas dos, hasta ahora. Bienvenido a la publicidad de grandes bases de datos para empresas (big data advertising en inglés).
Este artículo fue escrito por Julio R. Sanoja, y es una traducción del artículo original en inglés del mismo autor, que usted puede leer en el siguiente enlace:
https://www.msalesleads.com/3-big-data-advertising-products-for-small-business/
Sobre el autor:
Experiencia:
Julio es un consultor de mercadeo digital y desarrollo de negocios. Ingeniero ambiental de la Universidad de Michigan en Ann Arbor, graduación de 1983, e ingeniero químico de la Universidad Simón Bolívar en Caracas, graduación de 1980. Ha diseñado y desarrollado estratégicamente proyectos y campañas digitales desde el año 2002, con más de 170 proyectos y campañas ejecutadas.
Conferencista, capacitador y autor en los temas de emprendimiento, mercadeo digital, publicidad digital, Google y optimización de motores de búsqueda (SEO). Con 40 años de experiencia en emprendimiento, mercadeo, ventas y desarrollo de negocios. Usted puede ver la biografía en el siguiente enlace en LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/juliosanojarial/
Autoridad:
Julio ha escrito y publicado más de 280 artículos sobre Google, SEO, mercadeo digital y publicidad digital, en los idiomas inglés y español. Usted puede leer los artículos en el siguiente enlace: https://www.msalesleads.com/blog/
Nuestra agencia digital MSalesLeads ha sido destacada en Expertise, Upcity, Clutch, CV Magazine y Design Rush como una agencias digital con experiencia.
Nuestros artículos han sido destacados en Medium.
Hemos sido entrevistados en Voyage Mia.
Hemos obtenidos snippets destacados en los resultados de las búsquedas en Google.
Credibilidad:
Ayudamos a las empresas y los negocios de Venezuela, Latinoamérica y Estados Unidos a crecer en los medios digitales. Posicionamos sus marcas, productos y servicios en Internet. Los ayudamos a obtener prospectos calificados y nuevos clientes en línea. Hemos diseñado y ejecutado más de 170 proyectos y campañas digitales desde el año 2002.
Me pueden escribir a [[email protected]](mailto:[email protected]) si necesitan nuestros servicios.
Hemos realizado proyectos y campañas para marcas globales como Exxon, Dow Chemical, Gulf Oil, Harbison Walker, Cambridge International Consulting, IMG Academy, Pfizer, AstraZeneca, Sandoz, Mercedes Benz, Laboratorios Farma, Banco Mercantil, Banco Exterior, Clínica El Avila, Clínica Urológico, Hospital de Clínicas Caracas. También hemos ejecutado proyectos y campañas digitales para pequeñas y medianas empresas en Venezuela, Latinoamérica y Estados Unidos.
Pueden leer nuestros casos de estudio en el siguiente enlace:
https://www.msalesleads.com/category/case-studies/
Pueden leer las recomendaciones y testimonios personales en el siguiente enlace en LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/juliosanojarial/
Pueden leer los testimonies de la agencia en el perfil de Google My Business de nuestra agencia MSalesLeads.

https://preview.redd.it/r41wsi4bc2n41.jpg?width=750&format=pjpg&auto=webp&s=8f7cce4cd790748c393e2673571ce4e53753d76d
submitted by juliosanoja to B2BSmallBusiness [link] [comments]


2020.02.06 15:56 outra_pessoa Valor Econômico: Milhões de processos estão parados à espera de decisões do Supremo e STJ

Com atual ritmo de julgamento, STF levaria quase dez anos para acabar com acervo
Mais de 2,3 milhões de ações estão paradas em todo o país à espera de decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) ou do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A quantidade é pequena em relação ao volume total de processos estimado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ): cerca de 80 milhões. Porém, essas teses podem ficar um bom tempo sem uma definição. Cálculos apontam que, sem sessões suficientes, o STF levaria hoje quase uma década para liquidar os recursos em repercussão geral. A sistemática adotada pelos tribunais superiores, segundo especialistas, não é ruim. O problema, afirmam, é o tempo entre a data de afetação dos recursos repetitivos ou em repercussão geral e a conclusão do julgamento. O Supremo, por exemplo, já recebeu 1.078 pedidos de reconhecimento de repercussão geral. Destes, aceitou 728, dos quais 311 ainda aguardam julgamento. A repercussão geral surgiu com a Emenda Constitucional nº 45, de 2004, e foi implementada em 2007. Os julgamentos fixam teses que devem ser aplicadas pelas instâncias inferiores - daí o sobrestamento. O mecanismo só se aplica a questões constitucionais com relevância social, política, econômica ou jurídica, que extrapolem o interesse das partes no caso concreto. Não há, porém, sessões plenárias suficientes para dar conta de tantas teses. No ano passado, por exemplo, foram julgadas 31 repercussões gerais. Se for usado esse número como média anual, chega-se a dez anos para os ministros darem fim ao estoque - sem levar em conta os processos que vão surgir ao longo dos próximos anos. Há ainda um “complicador”: o Supremo só decide sobre a modulação dos efeitos das suas decisões - a data em que passam a ter validade - se for provocado por uma das partes, por meio de embargos de declaração. “Seria interessante que no dia do julgamento do mérito, o relator e os outros ministros já decidissem sobre eventual modulação. Porque pode mudar muita coisa e tem tribunais que optam por esperar a decisão final para dar andamento aos seus processos”, diz o juiz Rodrigo de Godoy Mendes, que atua no Núcleo de Gerenciamento de Precedentes do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região. Um dos temas de maior impacto no tribunal, afirma o magistrado, é o que trata sobre a exclusão do ICMS do cálculo do PIS e da Cofins. Os ministros decidiram, em março de 2017, que o imposto estadual deveria ser retirado da conta. A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) apresentou embargos em outubro daquele ano e desde lá não há uma decisão dos ministros. Há previsão de julgamento para o dia 1º de abril (RE 574.706). Se confirmado, a conclusão terá ocorrido quase 12 anos após ter sido reconhecida a repercussão geral do assunto pelos ministros. “Esse é um tema complicadíssimo para todos os tribunais. Nós aqui estamos tocando, liberando os processos. Mas ainda temos 200 sobrestados”, diz o juiz. Isso ocorre, acrescenta, quando há muitos casos represados. Mesmo com a liberação, demora para esgotar todo o estoque. No TRF da 1ª Região, são 30 mil processos parados em razão dos julgamentos do STJ e do STF. O maior acervo, de 7,68 mil ações, trata de desaposentação (recálculo de aposentadoria). Esse tema já foi julgado pelos ministros do Supremo, mas também depende da decisão sobre os embargos. Há previsão para ser julgado hoje (RE 661.256). Os ministros vão decidir se aqueles que foram beneficiados por decisões judiciais devem devolver diferenças recebidas ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O Núcleo de Gerenciamento de Precedentes do TRF divulga boletins semanais com os temas afetados e julgamentos concluídos pelos tribunais superiores. Cabe aos magistrados organizarem os seus acervos. Não há, portanto, uma regra imposta sobre quando e como os processos devem voltar a tramitar. Há diferenças também de um tribunal para o outro. Tem locais que optam por dar andamento aos processos assim que a decisão é proferida pelos ministros dos tribunais superiores. Outros preferem esperar a publicação do acórdão e há situações ainda em que os processos só são destravados depois do trânsito em julgado (ou seja, quando as partes não podem mais apresentar recurso contra a decisão). No Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), o maior do país, quase um terço do acervo está sobrestado. Dos 856.235 processos que aguardam julgamento, 313.130 estão parados esperando decisões do STJ e STF. Na seção de direito privado, o tema que reúne mais casos sobrestados são os de expurgos inflacionários, segundo a juíza Karina Ferraro Amarante Innocencio, assessora da presidência. “Sempre que o processo fica paralisado, o maior prejuízo é para as partes”, afirma Karina. Mas ela considera que o bônus vem na hora da definição da tese, que leva à uniformização dos julgamentos no país e, consequentemente, à segurança jurídica. Os processos com repercussão geral reconhecida deveriam ser julgados em um ano. Essa é a previsão do Código de Processo Civil de 2015. A lei chegou a prever que, se não fosse cumprido o prazo, os processos seriam liberados. Porém, esse dispositivo foi revogado pela Lei nº 13.256, de 2016. Não é possível estimar quanto tempo uma repercussão geral demora para ser julgada no STF, segundo a professora Maria Cecília de Araújo Asperti, da FGV São Paulo. Ela cita como exemplo uma das mais antigas, sobre fornecimento de medicamento de alto custo (RE 566471). O tema chegou ao STF em 2007 e a repercussão geral foi reconhecida no mesmo ano. O julgamento está previsto para ser retomado em março, 13 anos depois. Para a professora, não é claro em qual momento acaba o sobrestamento - se após o julgamento do mérito ou o trânsito em julgado. “Isso afeta a dinâmica dos tribunais”, afirma, acrescentando que muitos acabam aguardando orientações dos tribunais superiores para liberar os processos. O fato de um processo estar sobrestado não significa que vai tramitar mais devagar, diz o conselheiro do CNJ Marcus Vinícius Jardim, que coordena o Comitê Gestor dos Cadastros Nacionais do CNJ - um deles é o Banco Nacional de Demandas Repetitivas. “Imagine se um mesmo desembargador tivesse que julgar individualmente todos os processos com o mesmo objeto”, afirma.
submitted by outra_pessoa to direito [link] [comments]


2019.12.09 14:24 Brunoekyte Diferença entre resultado e métrica no marketing digital

Resultado é o que aconteceu, são números absolutos, como valor gasto, cliques, leads e vendas. Métrica ou indicador é um cálculo para analisar o desempenho do resultado, como custo por clique, custo por lead, custo por aquisição e ROAS.
Para analisar um resultado é necessário avaliar no mínimo dois números, ou seja, uma métrica. É impossível determinar o sucesso do marketing digital apenas por resultados.
Por exemplo, 500 leads é um bom número? Depende de quanto foi gasto para atrair cada lead. Esta conta (custo por lead) é uma métrica de desempenho.
Métrica e indicador tem o mesmo significado neste contexto.

Exemplos

Resultados da campanha

Métricas ou indicadores de desempenho

Conclusão

Para medir a performance no marketing digital utilize métricas e não resultados absolutos. Os resultados podem servir como meta, mas os indicadores vão determinar a eficiência (desempenho).
Veja também Métricas mais importantes na performance de marketing digital
Conheça o eKyte Data-Driven Marketing. Está preparado para atender estes conceitos.

Leia também

submitted by Brunoekyte to MarketingDigitalBR [link] [comments]


Microsoft Excel - Hoja de calculo - FORMULAS - YouTube How to calculate date of birth in excel Excel - Cálculo de preço venda - YouTube Cálculo do Calendário: Dia da Semana de Qualquer Mês e Ano ... ¿QUÉ SE NECESITA PARA ENTENDER LOS TEMAS DE CÁLCULO? - YouTube ¿Qué es la hoja de Cálculo de Microsoft Excel 2007? - YouTube ¿Qué es el cálculo? - YouTube CALCULO DE FINIQUITO EN EXCEL - YouTube Calculo de dias vividos e data de nascimento - YouTube

¿CUALES SIN LOS TIPOS DE DATOS QUE MANEJA LA HOJA DE ...

  1. Microsoft Excel - Hoja de calculo - FORMULAS - YouTube
  2. How to calculate date of birth in excel
  3. Excel - Cálculo de preço venda - YouTube
  4. Cálculo do Calendário: Dia da Semana de Qualquer Mês e Ano ...
  5. ¿QUÉ SE NECESITA PARA ENTENDER LOS TEMAS DE CÁLCULO? - YouTube
  6. ¿Qué es la hoja de Cálculo de Microsoft Excel 2007? - YouTube
  7. ¿Qué es el cálculo? - YouTube
  8. CALCULO DE FINIQUITO EN EXCEL - YouTube
  9. Calculo de dias vividos e data de nascimento - YouTube

calcular finiquito en excel como calcular vacaciones en excel como calcular prima vacacional en excel como calcular aguinaldo en excel como calcular prima de... ¿Por qué y cuándo se utiliza? Entorno de trabajo Plataforma Waldemática: https://waldematica.com.br/ O nosso calendário possui propriedades matemáticas para obter o dia da semana ao qual uma data pertence. ... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. https://epxx.co/ctb/hp12c.html ️ Veja também: Faça o curso abaixo e receba um certificado reconhecido em todo o território nacional Vagas limitadas, por iss... Esse vídeo explica de forma bem simples como calcular a data de nascimento no excel. Fórmula utilizada: =int((data atual-data de nascimento)/365,25) #julioprofe responde a la inquietud de muchos estudiantes: ¿Qué se necesita para entender los temas de Cálculo y tener éxito en esta asignatura? REDES SOCIAL... Video extraído de producción Aventuras Matemáticas producido por la UNAM Mostro como criar uma lista de produtos com o preços de custo e calcular o valor de venda em cima de uma porcentagem. É simples, mas muito útil pra quem está...